Notícias com o tag

fwa


5G afeta o crescimento da banda larga fixa. Live Ts responde

o presidente da Abranet, Eduardo Neger e o CEO e fundador do IT Investimentos, Gustavo Barros são os convidados da Live Tele.Síntese desta sexta-feira, dia 22, que acontece às 14h30.

Wendell Oliveira, CEO Ligga Telecom. Crédito: TV. Síntese

A atuação da Ligga Telecom em SP e na região Norte será ofertando serviços para o mercado corporativo, sem ingressar no varejo com a mobilidade. revelou Wendel Oliveira, diretor presidente do grupo.

Comparação sobre uso de FWA versus fibra óptica (FTTH)n América Latina, em gráfico da pesquisa publicada pela GSMA - crédito: reprodução

Estudo da GSMA considerou operadoras que já tenham rede móvel para fazer a comparação entre a eficiência de investir na FWA ou na ampliação da fibra

Para Tiago Machado, VP de Negócios da Ericsson, o país tem um mercado propício para a expansão do FWA, já que ainda conta com muita rede legada de ADSL e rádio, que pode ser rapidamente substituída.

Neko será porta de entrada para operadora estrangeira no mercado brasileiro

A Neko terá operação totalmente separada da Surf Telecom. Meta é criar uma rede neutra para banda larga móvel 5G FWA e internet das coisas que exija aplicações de baixa latência.

Além de conectar o campo, área remotas, a rede fixa por espectro pode ser usada como redundância de infraestrutura ou para backup

A Anatel esclareceu que a empresa que comprar as frequências de 26 GHz poderão prestar o serviço de telefonia celular ou de banda larga fixa (pela tecnologia FWA), o que preferir.

Operadoras miram o 5G puroCrédito: Freepik

Teste na capital fluminense está em andamento no laboratório da Vivo na Barra da Tijuca e em dois sites localizados na Barra e no Recreio dos Bandeirantes. Objetivo é avaliar desempenho da frequência de 26GHz e possíveis aplicações, como o FWA

Os CPEs, com compatibilidade com 5G Standalone e WiFi 6E, terão chipsets da Qualcomm e serão produzidos na fábrica matriz da Intelbras, em Santa Catarina. Produtos serão utilizados em conexões de banda larga fixa baseada em 5G, chamadas de FWA

Claro quer manter faixa de 450 MHz. Crédito: Freepick

Embora a companhia aguarde a publicação definitiva do edital para avaliar o preço de venda das frequências, Rodrigo Abreu disse hoje que uma empresa de infraestrutura deveria contar com a tecnologia FWA, usada na faixa de 26 GHz

Crédito: Freepik

Diferentes estudos que circulam em Brasília apontam para intensificação do ocaso do cobre e migração de clientes para fibra e 5G FWA nos próximos cinco anos.

Empresa também quer ser responsável e financiar a construção da rede de quem comprar espectro no próximo leilão da Anatel

Anatel quer comparar tráfego móvel e tráfego da rede fixa para a faixa de 6 GHz. Crédito-Freepick.

Conexão vai ampliar velocidade do link de dados da agência, que passará de 120 Mbps para 600 Mbps

Demonstração de aplicações com uso da tecnologia aconteceu em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo

Operadora adota estratégia distinta dos rivais e dedica 10 MHz de espectro exclusivo que era usado no 3G para a 5G. Empresa também prepara lançamento de produto FWA para atender com ultra banda larga casas onde ainda não chega com a fibra óptica.

Operadora diz que anunciará em breve detalhes da estratégia para ofertas baseadas em FWA, ou seja, banda larga fixa via rede móvel, em três cidades.

A indústria de celular quer reabrir o debate sobre a faixa de 6 GHz

Ativação da tecnologia, prevista para acontecer em três cidades, ficou para este mês de outubro. Operadora vai testar o mercado de banda larga fixa via rede móvel, conhecido como FWA

Diretor de engenharia da companhia afirmou hoje, em evento, que empresa contratou o fornecimento de equipamentos 5G ready para os próximos três anos de duas fabricantes.

Operadora venderá serviços de banda larga fixa através da rede móvel (FWA) em áreas onde não chega com fibra óptica. Presidente disse que empresa prepara novos planos pré-pago e controle. Cidades ficam em MG, MS e RS. [Atualizado]

Anatel sugere condicionantes para a venda da Oi mõvel. Crédito- Freepik

Empresa considera 160 milhões de conexões FWA no mundo até 2025 e diz que o número representará 25% do tráfego global de dados da rede móvel