Notícias com o tag

eurico teles


Eurico Teles entregou ontem sua carta de renúncia. Rodrigo Abreu assumiu hoje a posição de diretor presidente da operadora, abrindo mão do cargo que ocupava interinamente como COO

Rodrigo Abreu diz que o segmento móvel gera valor para a companhia: “protegeremos essa capacidade para que possam ser tomadas as melhores decisões de evolução futura”.

Para Eurico Teles e Rodrigo Abreu, respectivamente presidente e COO da Oi, plano estratégico apresentado em julho coloca a operadora nos trilhos para retomar o crescimento. Nesta entrevista, os executivos reafirmam a importância do segmento móvel, os prazos de venda de ativos não estratégicos, apontam para participação no próximo leilão de espectro e manutenção do capex em R$ 7 bilhões também em 2020.

Designed by Freepik

Segundo Rodrigo Abreu, empresa vai superar meta do plano estratégico e fechar o ano com 5 milhões de domicílios aptos a assinar banda larga por fibra óptica da companhia. Eurico Teles conta que a Oi deve partir para a compra dos 700 MHz e outras frequências.

Embate entre acionista e diretoria repercutem sobre valor dos papeis, que amargam queda desde 9 de agosto.

O colunista Lauro Jardim, informou hoje, 1, que o Juiz da 7a Vara da Justiça, Fernando Viana, teria autorizado a mudança de nome na presidência da Oi, para a saída de Eurico Teles, e ingresso de Rodrigo Abreu, que já está no conselho da operadora. O Tele.Síntese confirma que Abreu assumirá a presidência da concessionária em dezembro. E que Abreu assume porque Eurico Teles resolveu antecipar o seu mandato, assegurado para até fevereiro de 2020. E Abreu e Teles estão divergindo muito sobre os caminhos da Oi. 

Os presidentes da Claro Brasil, José Felix, e da Oi, Eurico Teles, defendem que o Brasil mantenha-se neutro frente a atual guerra tecnológica entre Estados Unidos e China, que afeta diretamente a fabricante Huawei, que tem muita presença no mercado brasileiro.

A direção da Oi e seu conselho de Administração só decidirão sobre venda de ativos depois que as consultorias contratadas concluírem seus estudos, o que vai demorar ainda mais quatro meses. Entre as especulações, há também a tese do fatiamento da rede fixa da empresa. Tudo especulação.

Para o CEO da Oi, se o projeto que liberar os investimentos em telefonia fixa não for aprovado até julho, “poderá se matar os investimentos do mercado”.