Notícias com o tag

edital 5G


Cada comprador poderá ficar com no máximo dois lotes dos blocos regionais

A padronização chega com um pequeno atraso. Conforme o cronograma feito pela União em 2015 para o desenvolvimento do 5G, o IMT-2020 deveria ter saído em outubro do ano passado.  

5g-conexao-crédito:freepick

Entidade diz, no entanto, que debate sobre acréscimos ao edital e Portaria do governo que mandou compradores pagarem por rede privativa federal precisa ser rápido.

Pelo cronograma proposto, 5G em 3,5 GHz começa nas capitais 300 dias após a publicação dos vencedores do leilão no Diário Oficial. Cidades com menos de 200 mil habitantes serão atendidas a partir de julho de 2023

Uma das preocupações da TIM é que se mantenha a atual cláusula no edital da 5G que estabelece que as operadoras poderão arcar com custos adicionais aos previstos para a limpeza da frequência, o que criaria uma “incerteza absoluta”.

Texto inclui apenas cinco novas iniciativas e vai passar por consulta pública por 30 dias

Contribuições poderão ser feitas pelo prazo de 45 dias. Proposta prevê bloco regional de 60 MHz na faixa de 3,5 GHz, que terá um total de 400 MHz disponíveis.

O conselheiro Vicente Aquino propõe a regionalização das frequências, dividindo o Brasil em 14 regiões. Propõe um lote em separado da faixa de 3,5 GHz para novas operadoras e pequenas empresas, propõe que esse lote seja comprado pela empresa que oferecer mais compromisso de cobertura. Para as grandes operadoras, quer a venda do espectro sob a forma de múltiplas rodadas, com vários dias de disputa.