Notícias com o tag

dívida Oi


Essa dívida, por direito de passagem nas rodovias nacionais não pago pela operadora, foi informada hoje, 23, pela AGU.

Em um breve comunicado, a Oi informou na última sexta, 22, que “seu programa de acordo extrajudicial com credores foi autorizado pela 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. Embora o comunicado não explicite, isso significa que a operadora irá manter os planos para o pagamento aos pequenos credores, que se inicia hoje com o credenciamento, apesar da resistência do banco chinês que havia ingressado na justiça para barrá-lo.

Justiça do Rio de Janeiro prorrogou por mais seis meses o “stay period” por parte da empresa, medida que faz parte da recuperação judicial. Período termina apenas após acordo e votação do plano de recuperação com os credores.

Segundo Schroeder, já foram fechados os acordos com os fornecedores e com os trabalhadores. E a negociação com os credores financeiros “caminha bem”

Foram eleitos Marcos Duarte Santos e Ricardo Reisen de Pinho, como conselheiros independentes

Para a concessionária, a decisão do TCU, que manteve o entendimento de que os bens reversíveis são aqueles essenciais à prestação do serviço de telefonia fixa, não “constitui fato novo capaz de impactar os negócios”. A empresa admite ainda que a dívida poderá ser maior, pois há faturas ainda não somadas e deverá somar mais R$ 2 bi.

Companhia anunciou acordo com representante de grupo de credores e contratação de assessor legal.

O presidente da Oi, Bayard Gontijo, afirmou hoje, 24, durante a conference call de divulgação dos resultados de 2015, que a empresa estima que no primeiro semestre deste ano estejam concluídas as propostas de reforma do modelo regulatório, com a eliminação de várias obrigações para a concessionária e a aprovação do primeiro TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), no valor de R$ 1,2. Segundo Gontijo, outros dois TACs estão sendo elaborados e virão logo após a conclusão desta primeira etapa. Quanto à reestruturação da dívida, o executivo afirmou que não há novidades frente ao que foi comunicado ao mercado.

A Oi divulgou hoje, 24, o resultado do ano passado, atingindo o guidance que tinha se comprometido, mesmo com a macroeconomia com piores indicadores. Mas seu prejuízo líquido no quarto trimestre foi de R$ 4,5 bilhões impactado por três ajustes contábeis. No ano, o prejuízo total foi de R$ 5,3 bilhões. A dívida bruta da empresa é de R$ 54, 9 bilhões. O Ebitda (fluxo de caixa) do ano foi de R$ 7,2 bilhões e do último trimestre, de R$ 1,74 bilhão

Em entrevista a agência Reuters ontem, o CEO da Oi, Bayard Gontijo, disse sobre sua intenção de renegociar com credores o limite da dívida.