Notícias com o tag

CDN


Huawei inaugura fábrica com 5GCrédito: divulgação

Ao longo de 2021, a empresa continuou com seu plano de investimentos precoces e constantes para expandir suas redes e intensificou a ampliação dos data centers regionais

Com crescimento de 113% sobre o ano passado na plataforma Globopay, empresa busca negócios que lhe garantam escala na aquisição de clientes

No Brasil, a empresa instalou 450 km de fibra entre Nordeste, São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Empresa de CDN e segurança projeta um 2021 com tráfego elevado e antevê que 5G vai exigir mais dos serviços de entrega de dados atrelados a proteção. Grupo inaugurou no final de 2020 seu primeiro scrubbing center na América Latina, localizado em São Paulo.

Um dos principais desafios na distribuição digital e multiplataforma  é conseguir corrigir os erros rapidamente, apontam especialistas no 5×5 TEC Summit.

Conforme o relator das entidades de ISPs, operadoras regionais já constatam aumento do tráfego por dados, que varia de 10% a 50% e precisarão contratar mais links e CDNs

A solução é indicada para pequenas e grandes empresas que buscam otimizar a transmissão de conteúdos a usuários finais.

A Ericsson implementará uma solução de Rede de Distribuição Unificada (UDN) no ecossistema de negócios da Equinix, que possui mais de 9.500 empresas

Empresa projeta expansão rápida para conquistar dois dígitos do mercado em um ano.

Para a Anatel, mesmo que se use a tecnologia IP, o transporte de tráfego é serviço de telecomunicações, que deve ser regulado pela agência.

Estudo da Akamai mostra, no entanto, que Brasil figura abaixo da média mundial de 6,3 Mbps

O grupo já conseguiu atrair o Google, que deve levar seu conteúdo para o estado, e tenta envolver a prefeitura no projeto.

Foto: Gleice Mere/MP

O secretário de Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Marcelo Pagotti, pensa em criar parâmetros de habilitação para as diferentes clouds e acha que a Administração Pública só deve contratar serviços e não mais licenças.

A compra de plataforma de CDN (Content Delivery Network) pela Administração Pública federal deverá mudar bastante com a decisão do Tribunal de Contas de União (TCU) sacramentada esta semana. O tribunal não ficou satisfeito em anular o pregão eletrônico que estava sendo conduzido pelo Ministério da Cultura, em 2014, como multou dois servidores que fizeram a licitação e declarou inidoneas três empresas que fraudaram o leilão – a distribuidora Edge Technology Ltda, as revendas ISI Informações e as Soluções Inovadoras Ltda ISI e Flashsec Comércio e Serviços de Informática Eireli. As duas primeiras ficam proibidas de vender para o governo por seis meses e a última, por um ano.

Objetivo é ampliar oferta de serviços de telecomunicações para pequenas e médias empresas.

Atenta às oportunidades, a operadora que atua no Nordeste ampliou seu portfólio de serviços aos clientes corporativos e residenciais.

A empresa irá investir R$ 240 milhões na construção das redes metropolitanas em 21 capitais e cidades de grande porte, mas não pretende competir com as operadoras que já estão no mercado. “A rede é neutra”, diz Jorge Bittar.

Em 2015, o comércio desse tipo de solução gerará receita mundial de US$ 2,3 bilhões

A empresa, com sede no Chile, recebeu recentemente um aporte de US$ 1,75 milhão do fundo Amerigo, da Telefónica.

Comissão recebeu 19 mil pedidos para definir se contratos ferem neutralidade de rede.