Notícias com o tag

banda larga via satélite


O presidente da Telebras, Jarbas Valente, afirma que a parceria com norte-americana Viasat é a melhor e está sendo feita de forma transparente.

O brigadeiro André Luiz Fonseca e Silva afirmou que a parte militar do SGDC é controlada exclusivamente pelo Ministério da Defesa. E disse que o projeto é lançar mais dois satélites em 10 anos.

Com a articulação do ministro de Ciência Tecnologia Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, o deputado Thiago Peixoto (PSD/GO) apresentou ontem,16, o projeto de lei que pode viabilizar o uso intensivo do satélite para a ampliação da banda larga para as áreas rurais e periferia das grandes cidades. Para assegurar uma tramitação rápida, o PL 8306/17 propõe uma redução na taxa do Fistel (Fundo de Fiscalização) das pequenas antenas VSAT para os mesmos valores que são cobrados atualmente dos telefones celulares.

O presidente da estatal, Antonio Loss, disse que o edital será publicado no próximo dia 3 de julho, segunda.

Estudos feitos pelo gabinete do conselheiro da Anatel Leonardo de Morais já estão na mesa do Ministério da Fazenda. Segundo as projeções, se as taxas do Fistel das antenas VSAT para a banda larga via satélite caírem aos patamares do que pagam hoje os celulares, os governos Federal, estaduais e municipais arrecadarão, em 10 anos, R$ 5,97 bilhões em PIS/Cofins, ICMS e ISS. Se nada for feito, a arrecadação cai para R$ 2,863 bilhões.

O diretor de operações da Telebras, Jarbas Valente, afirma que a capacidade do satélite reservada à Telebras irá possibilitar a empresa a conectar 2 mil cidades brasileiras além das escolas, postos de saúde e segurança. E prevê o interesse de pelo menos três grupos privados na compra da capacidade restante.

A Anatel quer destinar 1 GHz de frequência para a banda larga via satélite. A Qualcomm e a Oi acham que o uso deve ser compartilhado.

Ele substitui o embaixador Sebastião do Rêgo Barros, que foi o presidente em exercício desde 2009 até ano passado, quando faleceu.

Para Arthur Coimbra, do ministério, com as antenas VSAT a comunicação via satélite não poderá mais ser tratada como nicho