Notícias com o tag

amx


Grupo dono da Claro Brasil teve queda de receitas e lucros abaixo das expectativas em função de variações cambiais. Para analistas do BTG, os resultados foram bons em cenário de câmbio constante.

Crédito: Freepik

Grupo mexicano receberá US$ 200 milhões, se transação for confirmada pelas autoridades do país

Daniel Hajj, CEO do grupo dono da Claro Brasil, disse hoje que apesar da redução, empresa não perdeu competitividade nem qualidade. Em conferência de resultados, anteviu elevação do capex em 2021.

O jornal espanhol Expansión diz que negociações estão acontecendo entre os executivos das controladoras das operadoras brasileiras Vivo, Claro e TIM. Jogada seria estratégica para obter frequências, torres, lojas, ao mesmo tempo em que reduziria a competição.

A controladora da Nextel Brasil divulgou o balanço financeiro do 2º tri, no qual registrou novo prejuízo. E alertou: se venda dos ativos para a América Móvil não se concretizar, operação será inviável a partir do segundo trimestre do próximo ano.

Executivo da companhia afirma também que empresa está bem posicionada para conter avanço do FTTH nos mercados onde vende banda larga por cabo coaxial, mas que já adiciona clientes apenas com fibra, e prevê terminar ano com 1,5 milhão de “homes passed”.

Companhia terminou o segundo trimestre com lucro antes de impostos de R$ 3,45 bilhões e receitas totais de R$ 9 bilhões.

Com a compra da Nextel, a Claro passará de 21% em participação de mercado no pós-pago para 25%.

CFO Dan Freiman afirma que operadora não teria condições de participar de leilão 5G, que interesse do mercado era maior por espectro e base de usuários do que pelos ativos físicos – e dá a entender que rede deve ser desmobilizada para evitar sobreposição com a pertencente à Claro no Brasil.

Negócios somam US$ 648 milhões. Transação já foi concluída, mas empresas ainda aguardam fim da avaliação dos reguladores locais.