Notícias com o tag

3.5 ghz


ISPs reunidos na Iniciativa 5G Brasil têm como plano criar uma rede nacional móvel capaz de competir com as operadoras celulares já estabelecidas no país

Liberação antecipada da frequência de 3,5 GHz foi recomendada pelo TCU, de forma semelhante a voto apresentado por Leonardo de Morais no passado. Mas deve ser alvo de embate no Conselho Diretor da Anatel.

Conselheiro Carlos Baigorri explicou em live do Tele.Síntese que determinação do TCU tem efeito cascata e obriga a revisão do plano de negócio utilizado pela agência para definir o VPL, o preço mínimo e as obrigações atrelados à frequência.

Crédito: Freepik

As operadoras- T-Mobile, AT&T e Dish já tem sua participação no certame confirmada, enquanto o cadastro da Verizon está incompleto

Rudinei Carlos Gerhart - CEO da APP do Brasil | Credito: Divulgação

Os operadores regionais já assumiram compromisso, inclusive com aporte de recursos, para a realização dos estudos econômicos, jurídicos e regulatórios para a formação de consórcios para disputar as licenças regionais de 3,5 GHz no leilão da Anatel.

A fim de fazer o leilão 5G, agência acrescentou ao regulamento a destinação da faixa até 3,8 GHz para celular, serviços multimídia e redes privativas. Também foi publicado o regulamento de uso da faixa de 26 GHz.

Conselheiro ressalta que as compradoras das frequências nacionais em 3,5 GHz receberão atestado de quitação dos compromissos de migração da TVRO, construção de rede privativa do governo e Norte Conectado tão logo façam os aportes financeiros na entidade que vai administrar essas iniciativas.

Bolsa de apostas tem bloco vazio em 3,5 GHz, compra de espectro para prestação de serviços IoT e preço como condição para venda de 2,3 GHz e ondas milimétricas.

Empresa sugere mudanças ao cronograma proposto pela área técnica. Considera ainda que haverá três empresas na disputa por lotes nacionais, apesar de ter pedido ao Cade suspensão da venda da Oi Móvel

Associação considerou que será preciso instalar filtros em 2,47 milhões de domicílios ou colocar kits Ku em 3,35 milhões