Notícias com o tag

2.1 GHZ


Proposta apresentada por Emmanoel Campelo, e que vai a consulta pública, transfere rede móvel de Exército e polícias para a faixa de 850 MHz, e libera mais espectro para uso das operadoras nos 700 MHz. Também há mudanças em 850 MHz, 450 MHz e 900 MHz, 1,8 GHz e 2,1 GHz.

Em São Paulo e Rio de Janeiro, operadora usa os 2,6 GHz com dual connectivity, ou seja, o smartphone 5G navega pela internet usando também, ao mesmo tempo, a conexão 4,5 G com agregação de portadoras

Oi planeja encerrar o ano com ofertas de FTTH em 62 cidades. Estratégia em fibra também prevê conexão de sites móveis e aumento de ofertas no setor corporativo.

CTO da empresa sugere criação de rede única (single grid) compartilhada por todos a fim de diluir despesas de manutenção das redes em declínio, mas que ainda não podem ser desligadas.

Redestinação da frequência não exigirá mudanças de equipamentos, apenas atualização de software nas ERBs. 80% da base de clientes têm celular compatível com o espectro de 2,1GHz em 4G.

Foto do presidente da Nextel, Roberto Rittes, diante do logo da empresa

Percepção na operadora é de que não dá para esperar resolução da Anatel sobre spectrum cap. Empresa começa refarming da faixa de 2.1 GHz.

Operadora inicia remanejamento do espectro de 2,1 GHz por Teresina, no Piauí. Executivos da empresa esperam ativação dos 700 MHz em São Paulo ainda neste mês.

Foram adjudicadas (autorizadas a transferência) hoje,2, frequências de 1,8 GHz, 1,9GHz e de 2,5 GHz. Contratos devem ser assinados em breve.