T-Mobile US terá voz sobre WiFi em todos os novos smartphones


A T-Mobile US, quarta maior operadora de telefonia móvel dos Estados Unidos, quer acelerar a adoção, por fabricantes de smartphones, de tecnologia que permita a realização de chamadas por WiFi, tecnologia batizada de VoWiFi, com transição transparente para VoLTE. Ou seja, onde não houver sinal da operadora, mas uma rede WiFi disponível, será possível realizar chamadas normalmente. Se o sinal 4G for restabelecido, a chamada passaria do WiFi para a conexão LTE, sem cair.

Segundo a companhia, desde ontem, 100% dos aparelhos à venda em suas lojas já são compatíveis com a tecnologia. Usuários que possuem um celular antigo terão incentivos para trocar por novos. Com a estratégia, batizada de WiFi Un-leashed (algo como WiFi desacorrentado), o CEO da empresa, John Legere, pretende multiplicar a cobertura da empresa. “É como adicionar milhões de torres a nossa rede num único dia”, diz em nota à imprensa. Apple, HTC, LG, Nokia, Samsung e Sony já fabricam telefones com a tecnologia.

Segundo a empresa, o usuário não precisa baixar nenhuma aplicativo. Poderá, ainda, fazer e receber ligações em qualquer país, como se estivesse nos Estados Unidos, desde que conectado a uma rede WiFi. A empresa também anunciou ontem a venda de um Personal CellSpot. O aparelho é um roteador WiFi e também funciona como uma micro-torre da rede celular, garantindo qualidade de sinal doméstica. O aparelho custará US$ 25 para clientes pós-pago da operadora.

PUBLICIDADE

 

Anterior Uso da banda X do satélite para comunicações militares é garantido em contrato
Próximos A improvável venda da PT pela Oi