T-Mobile e Sprint refazem contrato de fusão


As operadoras T-Mobile US, controlada pela alemã Deutsche Telekom, e Sprint, do grupo japonês Softbank, aceitaram revisar os termos do acordo de fusão entre as empresas ontem, 20.

Pelo novo contrato, o Softbank terá 24% das ações da nova companhia formada, enquanto o grupo DT terá 43%. Antes, a proporção era de 27% e 42%, respectivamente. As mudanças foram concebidas com margens que não exigem nova aprovação dos acionistas minoritários. O restante das ações, 33%, será distribuído no mercado.

PUBLICIDADE

As empresas afirmam que agora poderão seguir com a operação, que estará concluída até 1º de abril. O contrato novo, porém, tem validade até 1º de julho.

Anterior Hispasat fornecerá backhaul para a Claro conectar comunidades rurais da Argentina
Próximos Governo tem que justificar se decidir impor limites a fornecedor na 5G, diz TCU