Startups do BHTec faturaram mais de R$ 74 milhões em 2013


O Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BHTec) divulgou hoje resultados referentes a 2013 do conjunto de 16 startups atualmente hospedadas no local. As empresa faturaram R$ 74,4 milhões ano passado. Apenas em pesquisa, investiram R$ 7,3 milhões. Geraram cerca de 250 empregos diretos, arrecadaram R$ 10,6 milhões em impostos.

A balança comercial, porém, não foi positiva. As empresas importaram cerca de R$ 7,9 milhões, e exportaram R$ 1,6 milhão. Também em 2013, foram 15 prêmios, dois pedidos de patentes, um concedido. Para o diretor-presidente do BHTec, professor Ronaldo Pena, o saldo é mais que positivo. “Precisamos emplacar a fase 2 de Expansão do Parque. Temos muitas empresas interessadas em residirem no BHTec, mas nos falta espaço. O Edifício Institucional já foi inaugurado 100% ocupado e manteve-se dessa forma desde então”, ressalta. Em parceria com o BDMG, o BHTec já concluiu a modelagem de seu plano de expansão, que construção de mais cinco edifícios.

Com dois anos de operação completos, o BHTec é um ambiente que favorece a inovação por meio da interação entre as empresas residentes com universidades, centros de pesquisa e demais agentes do sistema de inovação. O Edifício Institucional atualmente abriga 16 empresas residentes, três Centros de Tecnologia da UFMG, uma Associação de empresas de Biotecnologia e um escritório da Fundep.

O Projeto do Parque Tecnológico foi inicialmente elaborado pelos professores da UFMG Mauro Borges Lemos e Clélio Campolina Diniz, atuais ministros, respectivamente, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O projeto, pensado em 1992, ganhou força a partir de 2002, com a aprovação do Conselho Universitário da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para realização de estudos de viabilidade, que culminou, em 2004, na aprovação da cessão de área da UFMG para implantação do empreendimento.

Em 2005, foi criado formalmente o Parque Tecnológico de Belo Horizonte pelo estado de Minas Gerais, município de Belo Horizonte, Sebrae Minas e Fiemg. As obras de infraestrutura no terreno iniciaram-se em 2006, com recursos da Prefeitura de Belo Horizonte. O Edifício Institucional do BHTec foi construído pelo governo entre 2008 e 2012, com recursos da Fapemig. O processo para escolha das empresas de base tecnológica que ocupariam o prédio foi concluído em 2011. A inauguração do Edifício aconteceu em maio de 2012, com a ocupação integral do espaço.

Anterior Apps nacionais aprovados para smartphones desonerados passam de 260
Próximos Lucro da NET no trimestre cresce 347% em relação a 2013