Sócia da Oi tem prejuízo no semestre


A Pharol, antiga Portugal Telecom SGPS, registrou prejuízo líquido de € 14,2 milhões nos primeiros seis meses do ano. O resultado foi impactado positivamente pelo resultado da venda da operadora PT Portugal pela Oi – operação que fez a Pharol registrar lucro de €28,7 milhões entre abril e junho.

Mas a empresa sofreu os efeitos negativos da permuta de ações com a Oi, operação feita após a descoberta de um rombo de quase € 1 bilhão nas contas da empresa portuguesa. A perda foi de € 10 milhões devida à alteração da participação efetiva da Pharol na Oi, de 22,8% para 27,5%, ocorrida em 30 de março, e somou-se a perdas de € 17 milhões do primeiro trimestre deste ano, decorrentes do impacto da desvalorização do real e do preço das ações da Oi na valorização da opção de compra.

No segundo trimestre a companhia obteve lucro graças ao impactado positivo do ajuste nos resultados da Oi, de R$ 1,1 bilhão, referente à venda da PT Portugal. O EBITDA da Pharol ficou negativo em € 9 milhões no semestre. Além da participação na Oi, a Pharol tem como ativos € 897 milhões em dívida da empresa Rio Forte, sendo cobrados judicialmente em Portugal, e opções de recompra de ações na Oi, que poderão ser exercidas até 2017.

PUBLICIDADE
Anterior Presidente da Oi diz que ambiente regulatório é o entrave para a consolidação do mercado
Próximos Google altera sua logomarca