Sobem em até 8% as tarifas fixo-móvel


A Anatel publicou, nesta quarta-feira, 29, o reajuste das ligações de telefone fixo para móvel. A Oi teve o maior reajuste, de 8,0289%, levando em conta o Fator X de 1,789% e o Índice de Serviço de Telecomunicações (IST) de 9,9967%. A Sercomtel ficou com a menor alta, de 2,008%, temo com base o IST de 2,08969% e Fator X de 0,863%.

PUBLICIDADE

A Claro obteve o reajuste de 7,9725%, tendo como base o mesmo Fator X da Oi, mas com IST ligeiramente mais baixo, de 9,9393%. Para a Algar, o reajuste aprovado foi de 5,8363%, com Fator X de 3,453%, IST de 10,7688% e Fator de Amortecimento de 0,01. Enquanto a Telefônica, ficou com reajuste de 3,7275%, com base no Fator X de 6,578%, IST de 12,232% e fator de Amortecimento de 0,01.

Com o reajuste, a menor tarifa da Oi nas ligações locais será de R$ 0,12287 o minuto; da Sercomtel, R$ 0,12645 o minuto; da Algar, R$ 0,13311 o minuto e da Telefônica, R$ 0,12212 o minuto. Valores livres de impostos e contribuições sociais.

Nas ligações de longa distância, a menor tarifa da Oi fica em R$ 0,40830; da Claro, em R$ 0,38049; a da Sercomtel, em R$ 0,41953; a da Algar, em R$ 0,34349 e a Telefônica, em R$ 0,39287. Todas referentes a um minuto e sem levar em conta impostos e contribuições sociais.

PUBLICIDADE
Anterior Queda de braço acirra a recuperação judicial do cabo Seabras-1
Próximos Cade aceita a Claro como interessada na operação de ran sharing entre TIM e Telefônica