SmartCities Mundi 2022 | Paulo Curado – Diretor de Inovação do CPQD


Os atributos da cidade inteligente não podem se resumir a cidades mais digitais e tecnológicas. Precisam aumentar o ritmo de entrega para a sociedade, defende Curado. “Não se pode transferir a burocracia existente no mundo real para o mundo digital”, alerta.

PUBLICIDADE

Para mais informações: https://www.eventos.momentoeditorial.com.br/smart-cities-mundi-2022/

PUBLICIDADE
Anterior Cresce procura por cursos de tecnologia
Próximos Parceria TIM + Ampli oferece graduação EAD totalmente pelo celular