SES revela nova constelação O3b mPOWER


Hardware do satélite O3b mPOWER é inspecionado

A SES revelou hoje, 17, a constelação O3b mPOWER de 11 satélites junto à sua parceira de fabricação, Boeing. Operando em órbita terrestre média (MEO), a constelação oferece conectividade para indústrias como as de telecomunicações, as marítimas e as de aviação, bem como governos e instituições internacionais. Os satélites ainda estão em fase de testes e integração de sistema. O processo ocorre nas instalações de satélites da Boeing na Califórnia.

O primeiro lote de três satélites O3b mPOWER será lançado pela empresa de Elon Musk, a SpaceX, partindo do Cabo Canaveral em dezembro de 2021. Haverá ainda mais dois lançamentos em 2022. A partir do terceiro trimestre do próximo ano, a constelação começará a fornecer serviços.

A O3b mPOWER é a segunda geração do sistema O3b MEO da SES. O sistema de comunicações da constelação definido por software fornece conectividade baseada em inteligência de dezenas de megabits a vários gigabits por segundo.

A SES também anunciou hoje que a Microsoft assinou como o mais recente cliente O3b mPOWER. Outros clientes  anunciados publicamente incluem Carnival Cruises, Orange e iSat Africa.

Com a adoção de nuvem pelo mundo, a SES fez parceria com os principais provedores de serviços em cloud para fornecer conectividade. O ambiente operacional em escala de nuvem fornecerá análises de dados, ferramentas geoespaciais, machine learning e serviços de inteligência artificial.

“Sua [do O3b mPOWER] infraestrutura terrestre é amplamente baseada em software, o que nos permite orquestrar de forma inteligente os serviços de conectividade em nossa rede global”, afirmou Steve Collar, CEO da SES. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Sessão do TCU para votar parecer do edital do 5G começa 10hs
Próximos American Tower anuncia novo General Manager no Brasil