Serviços de datacenter somarão US$ 3,6 bilhões na América Latina, em 2017


O mercado de serviços de datacenter da América Latina, ocupado paulatinamente pelas grandes operadoras, crescerá por mais que a economia latino-americana não siga o mesmo caminho, conforme análise da Frost & Sullivan. A consultoria aponta que o mercado total de serviços de datacenter da América Latina atingiu, em 2012,  US$ 2,3 bilhões e deve crescer 9,6% por ano até 2017.

 

Naqule ano o mercado total irá representar US$ 3,6 bilhões de dólares. O Brasil é o líder de mercado da região, com 58,5% de participação para serviços de datacenter em 2012 e tem previsão de chegar a 59% até 2017.

”Os investimentos em TI estão não só aumentando, como ajudando as empresas a se posicionar como provedores de serviços de valor agregado. O mercado está diante de uma nova era de modelo de negócios, onde dados ou informações não são suficientes para diferenciar uma empresa da outra. O que faz a diferença é a forma de desenvolver insights que possam garantir às empresas uma vantagem competitiva. O mercado está agora impulsionado pela Tecnologia de Negócios, não mais pela Tecnologia da Informação,” disse o analista de tecnologia Mauricio Chede.

A Frost & Sullivan espera que o mercado de TI na América Latina, composto por hardware, software e serviços, cresça 7% ao ano até 2014. “Do ponto de vista econômico, com a maioria dos países da região em crescimento inferior a 3%, os investimentos em TI representam um fator chave para impulsionar Produto Interno Bruto (PIB)”, defendeu a consultoria. (Da redação).

 

Anterior Unisys lança solução B2B que envia informações de bagagem por smartphone
Próximos Vendas da Motorola Solutions crescem, mas lucro cai