Serviço móvel aeronáutico ganha mais frequência


A Anatel destinou hoje, 23, várias faixas de frequência para o Serviço Móvel Aeronáutico. Foram alocadas faixas tanto para a ocupação em caráter primário (não pode sofrer interferência) como em caráter secundário (outro serviço que ocupa o mesmo espectro tem preferência sobre a interferência).

Entre as razões para a destinação desse espectro, conforme a área técnica da Anatel, está   a necessidade de harmonizar a destinação das faixas de radiofrequências para o Serviço de Radionavegação Aeronáutica no Brasil, em conformidade com a atribuição para a Região 2 (Américas) estabelecida no RR (Regulamento de Radiocomunicações) da UIT (União Internacional de Telecomunicações), bem como o intuito de possibilitar o licenciamento de estações de radionavegação pela Infraero.

As faixas destinadas são as seguintes:

PUBLICIDADE

I – 190 kHz a 405 kHz; II – 510 kHz a 525 kHz; III – 1.705 kHz a 1.800 kHz; IV – 74,8 MHz a 75,2 MHz; V – 108 MHz a 117,975 MHz; VI – 328,6 MHz a 335,4 MHz; VII – 960 MHz a 1215 MHz; VIII – 1.559 MHz a 1.610 MHz; IX – 2.700 MHz a 2.900 MHz; X – 5.000 MHz a 5.091 MHz; XI – 5.350 MHz a 5.460 MHz; XII – 8.750 MHz a 8.850 MHz; XIII – 9.000 MHz a 9.200 MHz; XIV – 9.300 MHz a 9.500 MHz; XV – 13,25 GHz a 13,4 GHz; e, XVI – 15,4 GHz a 15,7 GHz

E secundárias:

I – 415 kHz a 490 kHz; II – 1.625 kHz a 1.705 kHz; e, III – 4.200 MHz a 4.400 MHz.

Anterior Apple encerra 2015 no segundo lugar do mercado de wearables
Próximos Projeto de RAN Sharing entre TIM, Oi e Accenture ganha prêmio em Barcelona