Serpro abre consulta pública para contratar solução de IA


Image by Gerd Altmann from Pixabay

O Serpro abriu consulta pública com objetivo validar junto ao mercado os requisitos necessários para contratação de um produto para construção de soluções de inteligência artificial por meio de automated machine learning (AutoML), que possibilitem a estatal construir soluções de IA com alta produtividade e em larga escala. A contratação visa atender à demanda já formalizada da Receita Federal do Brasil e possibilitar a criação de produtos Serpro a serem ofertados para o mercado em geral. As contribuições serão aceitas até o dia 12 deste mês.

Segundo a companhia, o produto para construção de soluções de inteligência artificial por meio de AutoML deverá possibilitar a aplicação de várias técnicas e métodos de análise de dados e inteligência artificial pelos próprios usuários por meio de recursos visuais. Deve permitir no mínimo a realização de preparação e qualidade de dados, permitir o registro e acompanhamento de todas as etapas do pipeline de preparo e transformação dos dados, de preferência de maneira visual (em fluxo).

PUBLICIDADE

É esperada também a integração com gerenciadores de configuração, como Git, para manutenção de scripts e fluxos de transformação e preparo de dados. Possuir catálogo de dados ou se integrar com um deles. Permitir catalogação de dados e metadados, como: formato, relacionamentos, propriedade e direitos e localização.

Deve ainda possuir funcionalidade para análise de qualidade de dados, como: Data profiling (examinar, analisar e rever os dados para coletar estatísticas sobre a qualidade e “higienização” do conjunto de dados), e visualização gráfica com possível “drill down” dos dados, além de identificação e remoção de “outliers” e nulos, além de normalização ou padronização de colunas.

Os questionamentos e sugestões deverão ser enviados para os e-mails: gustavo.rocha@serpro.gov.br, carlos-rodrigo.lima@serpro.gov.br, jones.tesser@serpro.gov.br, leandro.silva@serpro.gov.br. Leia aqui o edital.

PUBLICIDADE
Anterior Anatel tira do relatório dos testes da 5G os números sobre domicílios com parabólicas 
Próximos Governo aposta no PLC 79 para aumento de R$ 10 bi nos investimentos das teles