Senado referenda primeira diretoria da ANPD e nomes vão para sanção presidencial


O Senado Federal concluiu há pouco a votação e aprovação dos cinco nomes indicados pelo presidente Jair Bolsonaro para a primeira diretoria da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). Os nomes seguem para sanção do presidente Jair Bolsonaro. 

 

Congresso Nacional

O Senado Federal concluiu agora a pouco a votação e aprovação dos cinco nomes indicados pelo presidente Jair Bolsonaro para a primeira diretoria da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). Os nomes seguem para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

No mutirão para a votação e aprovação de mais de 16 nomes indicados para diferentes agências reguladoras cujos cargos estavam vagos há muitos meses, os Senadores começaram a votação às 16 horas, que precisa ser nominal, e por isso, a presença de pelo menos 41 parlamentares quórum mínimo para a deliberação.

Foram aprovados os nomes de Waldemar Ortunho para a presidência da ANPD e Artur Sabbat para uma das diretorias por 47 votos e cinco contrários; Miriam Wimmer, por 46 votos favoráveis e cinco contrários; Nairane Leitão, por 38 favoráveis e três contrários e Joacil Rael por 38 favoráveis e cinco contrários.

PUBLICIDADE
Anterior Seaborn contrata Infinera para iluminar fibra no cabo AMX-1
Próximos Plano Mais Brasil da Microsoft pretende conectar desempregados a oportunidades de trabalho