Senado quer ouvir setores e Kassab sobre fusão de ministérios


senadoA Comissão de Ciência e Tecnologia e Comunicação (CCT) do Senado Federal acatou requerimento para que o novo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab (PSD-SP) vá a duas audiências justificar a decisão do governo de Michel Temer de fundir o MCTI ao Minicom.

Antes, a Casa fará uma audiência com representantes do setor científico para colher opiniões sobre a fusão. A comunidade será representada pelas entidades: Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a Academia Brasileira de Ciências, o Colégio de Gestores de Tecnologia da Informação e Comunicação das Instituições Federais de Ensino e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa. Esta audiência acontece na próxima semana.

Depois será a vez de o setor de telecomunicações ser ouvido. Haverá um debate com entidades de defesa do consumidor e representantes de empresas de telecomunicações. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) também será chamada. Depois, Kassab retorna ao Senado para explicar a fusão sob a ótica das Comunicações. Mas, por enquanto, a única audiência com data marcada é que ouvirá os cientistas, em 25 de maio.

Educação com a Cultura
A Comissão de Educação do Senado também aprovou convocar o novo ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho, para explicar a extinção da pasta da Cultura. Uma data não foi definida. Serão convidados a participar do debate os cineastas Luís Carlos Barreto, Ana Muylaert e Cacá Diegues, a produtora Paula Lavigne, os atores Wagner Moura, Tiago Lacerda e Odilon Wagner. Também serão convidados o cantor Roberto Frejat, e os ativistas Bia Barbosa, do Coletivo Intervozes, e Pablo Capilé, do Movimento Fora do Eixo, além de professores universitários e representantes de museus e associações teatrais. (Com informações das agências Senado e Brasil)

Anterior Motorola multiplica o Moto G
Próximos Telefónica Open Future abre espaço de crowdworking no Paraná