Santander Brasil e Vivo vão importar 200 respiradores


Santander Brasil e Vivo se uniram para realizar a importação de 200 respiradores da China e apoiar a rede de saúde do país em meio à pandemia de Covid-19. A destinação dos equipamentos tem apoio técnico e logístico do programa Todos pela Saúde.

Nos últimos três meses, o Santander já implementou iniciativas como a doação 5 milhões de testes rápidos e 15 milhões de máscaras, além de respiradores e equipamentos de saúde, em parceria com os bancos Bradesco e Itaú, e uma edição extraordinária de seu programa Amigo de Valor, que direcionou cerca de R$ 7 milhões em doações de funcionários e da própria instituição para cinco hospitais que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

PUBLICIDADE

Desde o início da pandemia, a Vivo também colocou em prática uma série de medidas para apoiar o combate à pandemia. Por meio da Fundação Telefônica Vivo, a empresa anunciou recentemente a doação de R$16,3 milhões para iniciativas de combate aos efeitos do novo coronavírus no Brasil nas áreas de saúde e segurança alimentar. Foram investidos R$ 13 milhões na compra de insumos e equipamentos hospitalares e R$ 3,3 milhões para auxiliar na alimentação de famílias em vulnerabilidade social e crianças em extrema pobreza e que estão sem merenda escolar. (Com assessoria de imprensa)

Anterior KPMG aponta oito áreas-chave em regulação para IoT
Próximos Impacto econômico da loja de apps da Apple supera meio trilhão de dólares