Sabesp contrata Nalbatech para fazer sistema IoT de telemetria


PUBLICIDADE

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) contratou a empresa Nalbatech, via licitação, para implementar um novo sistema centralizado de monitoramento e controle da telemetria e telemedição. Inicialmente, receberão a solução somente municípios do interior de São Paulo sob a concessão da Sabesp. Mas, o projeto poderá servir de piloto para as demais unidades da companhia.

A plataforma visa facilitar a visão de todo o sistema em operação, e não apenas isoladamente. De acordo com a companhia, o próximo passo, que chegará em um “futuro próximo”, consiste em disponibilizar o acesso a plataforma para o cliente. Dessa forma, ele poderá acompanhar seu consumo por meio de um smartphone.

À Nalbatech, cabe qualificar a análise de dados coletados no sistema para garantir a tomada de decisões corretas e, assim, reduzir e controlar a intervenção humana durante a manutenção dos equipamentos. Dados são coletados por meio da medição da vazão da água, volume e pressão, turbidez, quantidade de cloro, flúor e insumos para tratamento.

Sensores transmitirão os dados para a plataforma Elliot Cloud, implementada pela Nalbatech com capacidade de gerir dessas informações, por meio da rede Sigfox. Essa rede também executada pela  Nalbatch, oferece aos gestores da Sabesp a capacidade de acompanhar o ciclo de vida dos processos que envolvem tratamento e abastecimento.

Em seguida, aplicativos de comunicação unificada corporativa enviarão os dados em forma de relatórios, gráficos e alarmes por e-mail. Cada dispositivo de IoT fornece informações sobre o consumo (hidrometria) na linha do tempo de cada cliente. A plataforma alerta os operadores sobre qualquer problema que aconteça na rede. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Nokia faz previsões para a 5G e detalha fases do plano de reestruturação
Próximos Edital 5G vai contemplar 8 mil das 14 mil localidades sem celular no Brasil