PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Operadoras

Rumo e Embratel firmam parceria para ampliar cobertura 4G em trens na Serra de Santos

Instalação de mais de 40 antenas de transmissão reduz em 97% o tempo de comunicação entre maquinistas e o centro de controle de operações da Rumo
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

A Rumo, maior operadora de ferrovias do Brasil, e a Embratel vão ampliar a cobertura do sinal 4G da Claro em toda a Serra de Santos (SP) para apoiar a operação de locomotivas na região. O projeto, faseado em duas etapas, já realizou a instalação de 41 antenas de transmissão, que estão 100% operacionais, nos 41 quilômetros entre as estações Evangelista e Paratinga.

A Rumo administra o corredor ferroviário entre Rondonópolis (MT) e o Porto de Santos (SP). Está utilizando o serviço de transmissão 4G por meio de chips da Claro, com projeto desenvolvido pela Embratel. O objetivo é otimizar a comunicação entre trens e o CCO, reduzindo o “transit time” do trecho e aumentando a eficiência logística da operação.

“Nossas composições contavam até então com sistema de comunicação via satélite neste trecho de serra”, diz Marco Andriola, Diretor de Tecnologia Ferroviária da Rumo. “Devido à topografia local, o sinal por satélite não oferece boa cobertura na serra, uma área de grande complexidade pela densidade de trens, causando impacto na circulação. Agora, temos uma redução de cerca de 97% no tempo de envio de informações entre trens e CCO, o que fez com que nosso delay caísse, em alguns casos, de 7 minutos para poucos segundos. Além disso, o maquinista tem um ganho importante em termos de segurança, uma vez que pode acionar, com maior velocidade, as equipes nos 41 quilômetros de serra”.

A estrutura projetada pela Embratel permite mais agilidade no rastreamento em tempo real das composições. No trecho da serra, há uma área de declive com mata fechada, em que a única forma de conectividade é o 4G. “O projeto foi desenhado em conjunto e de acordo com as necessidades da Rumo para que pudéssemos entregar um serviço de qualidade e que atendesse suas demandas. Assim, estamos oferecendo uma conexão segura e estável para habilitar e fomentar a transformação digital nas operações da Rumo”, diz Gustavo Silbert, Diretor-Executivo da Embratel. Além de conexão 4G, a Embratel já fornece diversos serviços em ferrovias e locomotivas da Rumo pelo Brasil, como Data Center, Nuvem, Wi-Fi, conexão rádio P2P, gestão e monitoramento de equipamento.

Para que a comunicação da operação ferroviária pudesse ser otimizada, a Rumo também realizou o redesenho interno das locomotivas. Assim, os veículos ferroviários puderam receber equipamentos capazes de captar o sinal 4G de forma integrada à comunicação satelital utilizada nos trechos fora da serra. Além da Embratel, a Nokia desenvolveu a solução de rede de missão crítica para as composições.

Por meio da solução da Nokia, a inteligência Embratel, configurada em Nuvem e hospedada no Data Center Lapa da empresa, permite a definição de qual tipo de conexão é mais adequado durante cada trecho do percurso. Isso permite uma alteração automática da conectividade quando a locomotiva entra na Serra de Santos, passando a utilizar o sinal 4G. Quando a locomotiva deixa a área, pode ocorrer nova troca de padrão de conectividade, se necessário, automaticamente.

A rede possibilitou a instalação de câmeras nas cabines dos trens para um monitoramento constante, que, em uma próxima fase, serão habilitadas com Inteligência Artificial e Analytics. Usando a leitura inteligente, as tecnologias devem gerar informações para evitar situações emergenciais e para a identificação de possíveis acidentes, possibilitando a análise, por exemplo, de sinais de cansaço dos condutores ou cenários que fogem do habitual. Haverá análise de imagens ininterruptamente. A Embratel realizará toda a integração das tecnologias.

Todo o processo de implantação desta nova fase do projeto, com o 4G na serra de Santos, teve início em maio de 2022 e contou com uma série de estudos focados na otimização da comunicação no trecho em questão. Por ser uma rede pública, a população e empresas locais também estão sendo beneficiadas. O objetivo é que agora a iniciativa seja expandida para outros trechos de serra, bem como para as demais operações da Rumo. (Com assessoria de imprensa)

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado