RNP cria ferramenta de cadastro de pesquisa do patrimônio genético


Mcti lança módulo de cadastro de pesquisa do patrimônio genético. Crédito: Freepik
MCTI lança módulo de cadastro de pesquisa do patrimônio genético. Crédito: Freepik

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) vai lançar amanhã, 19, um módulo de cadastro de pesquisa científica do Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado (SisGen).

A ferramenta foi criada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o CNPq. O objetivo é promover a gestão do patrimônio genético e do conhecimento tradicional associado para fins de pesquisa. O recurso deve desburocratizar o processo de cadastro de pesquisa científica sem fins econômicos, gerar segurança jurídica ao setor acadêmico no acesso ao banco genético e ao conhecimento tradicional associado.

PUBLICIDADE

O projeto foi motivado pela necessidade de alterar a forma de cadastro do patrimônio genético para fins de pesquisas. As dificuldades enfrentadas pelos usuários do SisGen criavam um obstáculo à promoção do desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no uso sustentável da biodiversidade brasileira, segundo o MCTI.

Neste primeiro momento, foi construído um MVP (Minimum Viable Product – produto mínimo viável, em tradução livre) para oferecer as principais necessidades para o uso da plataforma. Dessa forma, o módulo a ser lançado possui funcionalidades restritas, porém, com a desburocratização e segurança jurídica necessárias para os usuários cadastrarem suas pesquisas. O projeto definitivo terá continuidade posteriormente. (Com informações da Assessoria de Imprensa da RNP)

PUBLICIDADE
Anterior Opera lança versão do Crypto Browser para iOS
Próximos Estados tentam embargar redução do ICMS sobre telecom determinada pelo STF