Risco de cartel em acordo de emissoras de TV aberta para a venda de canais à TV paga?


O presidente do grupo América Móvil, José Félix, elogiou a decisão do Cade (Conselho de Defesa Econômica), órgão antitruste do governo federal, de ampliar a investigação ao pedido feito pelas emissoras SBT, Record e RedTV! de criar uma joint venture para a distribuição do conteúdo de TV aberto às operadoras de TV por assinatura.

Para ele, a união das três emissoras poderá representar a formação de cartel, que deverá ser apurada pelo Cade. “É importante que a ABTA tenha ingressado no processo como parte interessada”, completou.

O argumento das emissoras de TV é que, com a digitalização da TV aberta, a obrigatoriedade da entrega gratuita do conteúdo dos canais abertos deixará de existir, e elas poderão vender a sua programação e por isto já estariam se organizando para a negociação dos conteúdos em bloco.

PUBLICIDADE
Anterior Banda Larga para Todos tem meta inatingível, diz Félix
Próximos Ancine quer lei para regular Video on Demand e OTT