PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Criptomoedas DMI

Risco de aumento nos juros dos EUA faz criptomoeda desabar

O Bitcoin, a maior criptomoeda em valor de mercado, caiu cerca de 5%, para a maior baixa em três meses, sendo cotado a US$ 18.387.
Risco iminente de aumento nos juros dos EUA faz criptomoeda desabar - Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

As criptomoedas caíram para novas mínimas nesta segunda-feira, 19, devido a preocupações regulatórias e à medida que os investidores de todo o mundo ficaram tímidos em ativos de risco com aumentos das taxas de juros iminentes em todo o mundo.

O Bitcoin, a maior criptomoeda em valor de mercado, caiu cerca de 5%, para a maior baixa em três meses, sendo cotado a US$ 18.387.

O Ether, a segunda maior criptomoeda, caiu 3% para uma baixa de dois meses de US$ 1.285 e caiu mais de 10% nas últimas 24 horas. A maioria dos outros tokens menores estavam mais profundos no vermelho.

A blockchain Ethereum, que sustenta o token ether, teve uma grande atualização no fim de semana chamada Merge, que muda a maneira como as transações são processadas e reduz o uso de energia.

O valor do token caiu em meio a algumas especulações de que as observações na semana passada do presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, Gary Gensler, sugeriram que a nova estrutura poderia atrair regulamentação extra. As negociações em torno da atualização também foram desfeitas.

“É especulação sobre o que pode ou não acontecer”, disse Matthew Dibb, COO da plataforma de criptomoedas de Cingapura Stack Funds, sobre as perspectivas regulatórias, conforme divulgou a Reuters.

“Foi realmente um evento do tipo vender as notícias”, acrescentou, dado o cenário global nervoso, e disse que o ether pode chegar a US$ 950 nos próximos meses.

“Olhando para o cenário agora, tanto fundamentalmente quanto tecnicamente, não parece ótimo. Não há nenhum catalisador imediato de alta que possamos ver que irá sustentar esses mercados e trazer muito dinheiro novo e liquidez”, afirmou o executivo.

Na próxima quarta-feira (21), o Federal Reserve deverá aumentar a taxa de juros americana em 0,75 ponto percentual (p.p.). A taxa de juros americana deverá ficar 0,50 pp acima do projetado em junho, alcançando o nível dos 3,75-4% até o fim do ano, segundo o Bank of America (BoFa).

(com Reuters)

 

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS