Resultados da Positivo Tecnologia despencam com o contingenciamento público


Governos reduzem compras de computadores, o que afetou números da Positivo no trimestre. Empresa também vendeu menos celulares devido a políticas de redução de preços dos concorrentes. Em compensação, ampliou acordo de fornecimento de conversores de TV para a Seja Digital

O Twist Max tem bateria grande
O Twist Max, da Positivo Tecnologia

A Positivo Tecnologia divulgou na noite de ontem, 09, seus resultados financeiros. A empresa registrou receita líquida de R$ 435,5 milhões no segundo trimestre, 22,9% menos que um ano antes. O EBITDA, lucro antes de amortizações e impostos, caiu 41,6%, para R$ 31 milhões. E o lucro líquido despencou 84,6%, para R$ 1,9 milhão.

Os resultados foram fortemente impactados pelo desempenho das vendas ao setor publico. Com o aperto no cinto governamental, a empresa viu a receita com o setor cair 54%, o que significou R$ 102 milhões a menos em receitas.

A fabricante de celulares, computadores e outros equipamentos tentou compensar a perda de clientes públicos concentrando esforços no mercado corporativo. As vendas para empresas aumentaram 57% no período, em relação ao segundo trimestre do ano passado. Somaram R$ 96,5 milhões, devido ao consumo de pequenas e médias empresas.

PUBLICIDADE

Celulares e PCs

A receita líquida com celulares caiu 35% no trimestre, a R$ 94,3 milhões. Segundo a empresa, em virtude do acirramento da competição nos segmentos intermediários e de entrada. Para o próximo trimestre, espera recuperar as vendas, principalmente por ter fechado um contrato de fornecimento de aparelhos embarcados em POS com uma rede de adquirentes.

Foram 249 mil smartphones vendidos, e 138,7 mil feature phones. Quedas de 37,4% e 60,3%, respectivamente, sobre o segundo trimestre de 2016.

A empresa terminou junho com participação no mercado de celulares de 3,9%, abaixo dos 4,6% vistos no começo do ano. Em smartphones, a fatia ficou em 3,2%, e em feature phones, 10,9%. A empresa aposta na elevação das vendas dos aparelhos Quantum. Assinou contrato de publicidade com Neymar Jr. e fará intensa campanha publicitária durante jogos de futebol este ano, inclusive durante as Eliminatórias da Copa de 2018.

No segmento de computadores, a companhia elevou o share no varejo para 20%, conforme dados da IT Data. Vendeu 10,8% mais, somando 161,88 mil unidades distribuídas aos canais. E venceu edital na Argentina para a entrega de 159 mil computadores educacionais.

Conversores de TV Digital

A Positivo anunciou a assinatura de um aditivo ao contrato que possuía com a Seja Digital, responsável pela entrega de conversores de TV digital a inscritos nos programas assistenciais federais durante o switch off do sinal analógico de televisão.

O contrato inicial, firmado em fevereiro, previa o pagamento de R$ 267 milhões para a entrega de algumas centenas de milhares de conversores. Em maio e em julho o acordo foi ampliado em mais R$ 109 milhões. A entrega dos aparelhos acontece parte neste semestre, parte no primeiro trimestre de 2018. No ano, portanto, a Positivo receberá R$ 376 milhões da Seja Digital.

Anterior Kassab confirma Martinhão na presidência da Telebras
Próximos BNDES anuncia financiamento milionário a empresa de IoT