Resultado da Telecom Italia no 3T pouco abaixo do esperado


grafico-positivo-dinheiro-moeda-936x600 ascendenteA Telecom Italia registrou uma receita de € 4,9 bilhões no trimestre, com lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização de € 2,1 bilhões. Cerca de 2,5% e de € 100 milhões abaixo das previsões. O Ebitda orgânico foi de € 2,2 bilhões foi reduzida a uma carga de reestruturação de € 127 milhões.

Esse é o primeiro resultado da empresa sob o comando de seu novo CEO Amos Genish, indicado para o cargo pela Vivendi que trava uma batalha com o regulador italiano sobre quem é o controlador de fato da operadora. A missão de Genish é reestruturar a empresa o que pode passar pela venda de ativos até então tidos como estratégicos.

PUBLICIDADE

Na Itália, foram adicionados 333 mil usuários móveis, o que lhe deu um market share de 30,6% no final de setembro e 146 mil consumidores de banda larga fixa. O destaque no trimestre foram os 935 mil clientes de telefonia móvel pós-pago que adicionou no Brasil.

Segundo os dados divulgados pela empresa, nos nove primeiros meses do ano foram investidos € 3,8 bilhões, 21,6% mais do que no mesmo período do ano anterior. Nos investimentos, as prioridades foram a ultrabanda larga fixa, a infraestrutura móvel e as licenças.

As ações aumentaram 1,1% após a divulgação dos resultados.

PUBLICIDADE
Anterior Equipamentos de radiação restrita: consulta pública
Próximos NEC fala em novas aquisições no mercado brasileiro em 2018