Repsol e Telefónica criam empresa de painéis solares


Crédito: divulgação
Crédito: divulgação

A Repsol e a Telefónica Espanha acertaram um acordo estratégico em que as duas criarão uma joint venture para o desenvolvimento do autoconsumo fotovoltaico, um negócio em pleno crescimento no país na Espanha. Uma vez obtidas as aprovações regulatórias necessárias, a nova empresa lançará uma solução abrangente de autoconsumo para clientes particulares, comunidades de bairro e empresas, tanto PMEs quanto grandes empresas, por meio da instalação de painéis solares.

O acordo entre Repsol e Telefónica, em que cada uma tem 50% de participação, abre as portas para que ambas as empresas espanholas explorem oportunidades adicionais para promover conjuntamente outros serviços de energia em residências e empresas. Faz parte do acerto a criação de um canal de vendas especializado.

PUBLICIDADE

A nova empresa terá uma equipe de gestão própria, que combinará o conhecimento e a experiência de ambas. A intenção é colocar especialistas para atender todas as necessidades dos clientes, d forma que o acompanhamento seja contínuo.

Aplicativo

A oferta, que estará disponível dentro de alguns meses, assim que as autorizações regulatórias forem obtidas, será personalizada para cada tipo de cliente de acordo com seu nível e hábitos de consumo. Entre outros benefícios, incluirá um aplicativo móvel para controle da instalação e otimização contínua do gasto de energia, financiamento personalizado para cada tipo de consumidor e outros serviços de valor agregado vinculados à instalação fotovoltaica.

“Este é um acordo estratégico que fará com que nossos clientes, além de gerirem com eficiência os seus gastos e poupanças, contribuam para a criação de uma sociedade mais sustentável”, disse Emilio Gayo, presidente da Telefónica Espanha. A empresa também fez um acordo estratégico, recentemente, com a Microsoft.

“Esta importante associação mostra o compromisso de ambas as empresas com o consumidor, que cada vez mais quer fazer parte da transição energética produzindo sua própria energia”, completou a Diretora Geral de Clientes e Geração de Baixo Carbono da Repsol, María Victoria Zingoni.

PUBLICIDADE
Anterior Numeração para provedores deve sair só ao fim das concessões
Próximos Teles vão instalar 286 antenas 5G em 7 meses, em São Paulo, diz prefeito