Rede social do governo é inaugurada com críticas até à presidente Dilma Rousseff


O governo federal lançou nesta quarta-feira (17), o Observatório Participativo da Juventude, também chamado de Participatório, uma rede social de diálogo direto com a juventude. Por meio do endereço participatorio.juventude.gov.br, os usuários já estão promovendo debates sobre os temas mais variados, como educação, saúde, reforma política e comunicações. Há críticas diretas à presidente Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula.

 As características técnicas para melhora nos serviços de dados (internet), a universalização do acesso à internet como um direito de todos, regulação da mídia, liberdade para a radiodifusão são alguns dos temas já levantados na área de comunicações. Para participar, os usuários poderão criar um cadastro ou usar seus perfis em outras redes sociais para se conectar.

O Participatório chega em fase de testes (beta), para que os usuários possam fazer sugestões e colaborar com o desenvolvimento da ferramenta, voltada à produção do conhecimento sobre a juventude e as políticas públicas com participação e mobilização social. Os primeiros debates propostos são sobre reforma política, enfrentamento da violência contra a juventude negra e direito à cidade e ao território.

PUBLICIDADE
Anterior Operadoras de telecom estão entre as 30 empresas mais acionadas no Rio
Próximos Copom estima redução de 2% para a telefonia fixa em 2013