Receita do Mercado Livre cresce 30% em 2016. No Brasil, 60%.


shutterstock_ Andrey_Popov_Consumidor_Device_Mercado_Comportamento_O Mercado Livre reportou hoje, 24, os resultados financeiros do quarto trimestre de 2016 e de seu ano fiscal finalizado em 31 de dezembro de 2016. A companhia encerrou o ano com receita líquida anual de US$ 844,4 milhões, um crescimento de 30% em dólares comparando com 2015. O lucro líquido da empresa foi de US$ 136 milhões, melhora de quase 30% em relação a 2015.

O Brasil – maior mercado da empresa – registrou um dos melhores resultados de sua história, com crescimento de 57% em dólares e 60% em Reais no ano, atingindo receita líquida de US$ 455 milhões, ou mais de R$ 1,5 bilhão.

PUBLICIDADE

Na América Latina foram vendidos 181,2 milhões de itens, 41% a mais do que no ano anterior, resultando em um GMV (Volume Bruto de Transações) de US$ 8 bilhões.

“O uso cada vez mais frequente dos dispositivos móveis e dos serviços oferecidos pela companhia (Mercado Pago, Mercado Envios e Publicidade, entre outros) são os principais fatores de crescimento da companhia, principalmente no Brasil, além dos nossos investimentos constantes em qualidade tecnológica e em atendimento”, afirma Stelleo Tolda, COO (Chief Operating Officer) do Mercado Livre na América Latina. Outro fator é a decisão do consumidor de utilizar cada vez mais o comércio eletrônico.

O uso dos dispositivos mobile é um dos maiores fatores de conquista de novos usuários na plataforma: 66% da entrada de novos usuários se dá por plataformas móveis (aplicativo ou versão móvel do site). No período, o volume transacionado no mobile cresceu 98,7% em moeda constante. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Governo reduziu em 62,8% gastos do MCTIC
Próximos Arris compra Ruckus e ICX Switch por US$ 800 milhões