Receita de mensagens móveis crescerá pouco até 2025


A receita global de mensagens móveis das operadoras aumentará de US$ 87 bilhões em 2020 para US$ 88 bilhões em 2025, conforme novo estudo do Juniper Research. No entanto, a pesquisa projeta que a receita de advindas de SMS irá cair no mesmo período de US$ 66 bilhões para US$ 61 bilhões. Isso devido ao declínio do tráfego P2P.

PUBLICIDADE

Assim, as operadoras precisarão acelerar os investimentos de tecnologia de mensagens interativas para compensar a perda com SMS. Para isso, o Juniper Research afirma que os provedores deverão capitalizar em cima de pacotes premium e padrões avançados anti-fraude nos canais de mensagem. Em meados do ano passado, Claro, Oi, TIM e Vivo lançaram o Rich Business Messaging (RBM), plataforma de negócios que permite oferecer mensagens personalizadas e interativas.

Em 2021, o número de mensagens móveis será de 182 trilhões ante 163 trilhões do ano passado, um crescimento de 11%. A pesquisa prediz que 58% do tráfego de mensagem será por meio de aplicações OTTs.

Além disso, o relatório prevê que, no futuro, provedores irão se beneficiar do interesse crescente em estratégias omnichannel. Haverá mais investimentos em novas padronizações de mídia, que passarão a englobar tecnologia de mídia interativa (RCS) e mensagem multimídia (MMS). O RCS também irá aumentar a eficiência na detecção de fraudes em relação a SMS. Porém, a pesquisa ressalta que uma falha na proteção do sistema acarretará na perda de valor no serviço RCS.  (Com assessoria de imprensa)

Anterior Anatel impediu a venda de 1 milhão de produtos não homologados neste ano
Próximos Google cloud já hospeda unicórnios brasileiros