PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Notícias DMI

Receita dá chance para empresas pagarem IR de 2019 sem multa

O Leão identificou que mais de 22 mil empresas deixaram de pagar o imposto devido referente a 2019 e está dando prazo para que façam a autorregularização, sem multa.
Receita abre prazo para IR atrasado- Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

Receita Federal oferece oportunidade de autorregularização para mais de 22 mil empresas que deixaram de recolher o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) do ano-calendário de 2019.

Os sistemas do órgão identificaram que 22.754 empresas deixaram declarar e de recolher o IRPJ e a CSLL do ano-calendário de 2019. O total de indício de insuficiência verificado é de aproximadamente R$ 3,4 bilhões, para todo o país.

A fim de promover a autorregularização, sem autuação e cobrança de multas de ofício, a Receita Federal, vinculada ao Ministério da Fazenda, enviou dois lotes de avisos para a os endereços eletrônicos e caixas postais das empresas identificadas.

Prazos prorrogados

O primeiro lote, com 18.554 avisos foi encaminhado para empresas tributadas pelo Lucro Presumido, em maio de 2023. O prazo concedido para a autorregularização para esse lote encerrava-se em 16 de julho, contudo foi prorrogado para 15 de agosto de 2023.

O segundo lote com 4.200 avisos foi encaminhado para empresas tributadas pelo Lucro Real Trimestral, em 10 de julho de 2023, e o prazo para autorregularização encerrar-se-á em 15 de setembro de 2023.

As empresas que desejarem proceder à autorregularização não precisam comparecer às unidades de atendimento da Receita Federal, basta seguir as instruções constantes nos seguintes endereços na Internet, conforme a forma de tributação:

a)    Empresas tributadas pelo Lucro Presumido: 

Correção digital

Nesses mesmos endereços constam informações de como acessar as comunicações enviadas para as Caixas Postais no Portal e-CAC e esclarecimentos adicionais para que os contribuintes se regularizem sem a necessidade de comparecer à Receita Federal. As empresas estarão sujeitas à autuação e cobrança de multas depois de decorridos os prazos para autorregularização.

(assessoria de imprensa). 

 

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS