Realme lança smartphone realme 7 5G no Brasil


A realme lançou hoje, 6, no Brasil seu novo modelo de smartphone 5G, o realme 7 5G. O telefone custará R$ 2,6 mil. A empresa lançou no mesmo dia o fone de ouvido Buds Air Pro.

O realme 7 5G possui processador MediaTek Dimensity 800U, com suporte para Dual Sim Dual Standby (DSDS). A tecnologia Dual 5G SIM permite a conexão 5G através de qualquer um dos cartões SIM. Tanto a realme, quanto a MediaTek, afirmam que o chip 5G será compatível com as redes 5G Standalone no padrão release 16, que serão implementadas no Brasil a partir de meados de 2022.

PUBLICIDADE

O smartphone possui uma bateria com capacidade de 5.000 mAh e carregador de 50 W, que carrega 50% da bateria em 26 minutos. Com sistema operacional Android 10, o realme 7 5G dispõe de 8 GB RAM e 128 GB de armazenamento interno.

O display do aparelho conta com 120Hz, um aumento de 33,3% quando comparado ao seu antecessor, o realme 7. Com 6,5 polegadas, o dispositivo adota o sensor de impressão digital lateral.

Para fotografias, o celular possui sistema quad-câmera, que varia de 48 MP a 2 MP, com lentes grande-angular e super macro. Na parte frontal, a câmera é de 16 MP. O modelo já está disponível em duas cores: Prata Radiante e Azul Névoa.

Buds Air Pro

Carro-chefe da realme, os fones de ouvidos Buds Air Pro contam com tecnologia TWS (True Wireless Stereo). Nela, um dos fones  recebe os dados de áudio e repassa para o segundo fone, o que prejudica em parte a fidelidade sonora. O produto chega ao mercado pelo valor de R$ 699 entre os dias 6 e 12 de abril. Depois disso, ele passa a valer R$ 899.

O produto possui latência de 95 milissegundos e cancelamento ativo de ruído de até 35 decibéis. O chip S1 do Air Pro elimina os sons externos ao mesmo tempo que consome menos bateria. O fone de ouvido dispõe de Advanced Audio Coding (AAC), algoritmo de codificação de alta taxa de compressão.

O driver de 10 mm somado a solução Dynamic Bass Boost (DBB) reforçam os graves no aparelho. Enquanto isso, o Bluetooth 5.0 do dispositivo fornece uma conexão estável mesmo com a interferência de diversos aparelhos e permite uma distância limite de 10 metros para a transmissão.

Outros recursos incluem controles inteligentes de toque, assistente de voz e o Google Fast Pair, padrão que permite o emparelhamento rápido de dispositivos sem fio. Além disso, o Smart War Detection identifica o uso dos fones assim que colocados nos ouvidos. Já o modo de transparência permite que os usuários ouçam sons do ambiente sem a necessidade tirar os fones de ouvido.

Por meio do aplicativo realme Link, o usuário pode conectar o fone, personalizar funções de toque, ativar cancelamento de ruído, alternar reforço de graves. A bateria de 486 mAh fornece uma duração de 25 horas. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Fusão American Tower/Telxius: mercado se divide quanto aos riscos à competição
Próximos Nokia e Lenovo fecham acordo de patentes e encerram disputas legais no Brasil