Realme lança celulares GT 2 Pro e C35 no Brasil


Smartphone C35 é um dos lançamentos da Realme - divulgação
Smartphone C35 é um dos lançamentos da Realme – divulgação

A realme lançou hoje, 18, no Brasil os celulares GT 2 Pro e C35. Os dois smartphones estarão em pré-venda exclusiva nos marketplaces Americanas, Shoptime e Submarino.

O realme C35 terá valor promocional de R$ 1.169 no pagamento à vista. Durante o mesmo período, o realme GT 2 Pro, com 5G, custará R$ 4.999.

PUBLICIDADE

Após o encerramento do período promocional, o realme GT 2 Pro e o realme C35 passam a custar R$ 5.999 e R$ 1.899, respectivamente. A partir de 22 de maio, ambos os smartphones passam a ser vendidos pelo preço cheio nos marketplaces.

Características técnicas

O Realme GT 2 Pro vem com processador Snapdragon 8 Gen 1, da Qualcomm, com resfriamento a vapor de aço inoxidável e  compatibilidade 5G.

Há um intensificador de rede Wi-Fi, uma antena simétrica projetada para garantir uma intensidade de sinal mais equilibrada ao redor do smartphone. Nos testes conduzidos pela Realme, o design melhorou a estabilidade do sinal em 20%, se comparado ao desempenho de uma antena Wi-Fi assimétrica.

Outra tecnologia, a HyperSmart, faz uma alternância de antenas. É projetada com 12 antenas que cobrem todos os lados do smartphone e oferecem suporte para bandas principais em quase todas as direções, com a mesma intensidade de sinal. Isso permite que o realme GT 2 Pro avalie, de forma inteligente, a qualidade do sinal das antenas e selecione automaticamente aquela com o melhor desempenho no momento.

Duas antenas principais funcionam como transceptoras de sinal NFC, aumentando a área de detecção em 500% e a distância de reconhecimento em 20%. Toda a parte superior do aparelho detecta sinais NFC em qualquer direção, o que facilita o uso da tecnologia para cartões de crédito e smartphones.

O GT2 Pro também chega ao mercado com o Paper Tech Master Design em biopolímero, um conjunto fotográfico com câmera ultrawide de 150° e modo fisheye (olho de peixe), e um sistema de matriz de antenas com alternância de antenas de banda ultralarga, intensificador de Wi-Fi e tecnologia de comunicação por aproximação (NFC) 360°.

A configuração de câmera tripla funciona com uma câmera ultrawide de 150° e outra com microlente de 40x. A câmera principal de 50MP possui sensor premium IMX766, com os recursos de PDAF e OIS omnidirecional de pixel.

O sensor vem com estabilização de imagem óptica para fotos e estabilização de imagem eletrônica para vídeos. A estabilização óptica de imagem compensa os movimentos das mãos com a movimentação física da lente.

Com tecnologia LTPO 2.0, a tela ajusta automaticamente a taxa de atualização de 1 a 120Hz e aumenta a vida útil da bateria em aproximadamente 1,7 horas, segundo o fabricante. No Modo GT 3.0, a tela também oferece amostragem de toque instantânea de 1.000Hz.

O smartphone possui bateria grande de 5000mAh e alto-falantes estéreo duplos Dolby Atmos. Acompanha o modelo um carregador SuperDart de 65W.

A traseira do realme GT 2 Pro utiliza material de biopolímero, que serve como alternativa ecológica às matérias-primas fósseis que contribuem para o aquecimento global. Em comparação com alternativas derivadas de petróleo, este material oferece qualidade semelhante, ao mesmo tempo que reduz dois quilos de CO2 por quilograma de material produzido.

Além disso, o novo design da caixa do aparelho reduz a proporção geral de plástico de 21,7% (número referente à geração anterior) para 0,3% neste modelo.

Por sua vez, o C35, que tem 8,1 mm de espessura, dispõe de uma tela de 6,6 polegadas, resolução de 2408×1080 pixels, memória interna de 64 GB com possibilidade de expansão, RAM de 4 GB e grande bateria de 5000 mAh. Um de seus principais diferenciais é a câmera de 50 MP com Inteligência Artificial.

A Realme fechou parceria com a Americanas para venda dos aparelhos em lojas físicas a partir de junho. A fabricante começou a vender smartphones no Brasil em janeiro de 2021, pela internet.

PUBLICIDADE
Anterior Negócios no metaverso movimentarão US$ 400 bilhões em 2025
Próximos Avança acordo para limitar cobrança de roaming internacional no Mercosul