Ran sharing entre Vivo, TIM e Oi pode ser aprovado próxima semana


O conselho diretor da Anatel está com uma pauta bem carregada na última reunião do ano, marcada para o próximo dia 16 de dezembro. Entre os temas para a deliberação estão o pedido de compartilhamento da faixa de 2,5 GHz  entre Vivo, TIM e Oi para acelerar a implementação da banda larga nas cidades menores do país.

Segundo o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, o ran sharing realizado pela TIM e Oi para a instalação das primeiras redes de 4G no país demonstrou que esta medida foi acertada e pode ser ampliada, pois não impediu a competição entre as operadoras e possibilitou que as empresas acelerassem a implantação da nova rede. ” A TIM é empresa que tem hoje o maior número de cidades com a 4G, e isso foi possível devido ao acordo de ran sharing”, disse ele em almoço com a imprensa.

Há também estudos na Anatel para o pleno compartilhamento das faixas de 2G (de 800 MHz) para liberar essas frequências para a oferta de 4G.

PUBLICIDADE

PGMU

Estão também na pauta da última semana do colegiado da Anatel, o voto  de Igor de Freitas sobre o PGMU, a aprovação do TAC da Oi, que está sendo questionado pelo TCU, e a decisão sobre a venda do prédio da Telefônica, pedido que tramita há cinco anos na agência, entre outros.

Anterior Claro compra a Blue, de TV a Cabo, e Cade autoriza a operação
Próximos “O que para o país é a taxa Selic”, diz Figueiredo