Quinze entidades de TI e telecom indicam a advogada Natasha Nunes para CNPD


A Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação (ConTIC) indicou a advogada, Natasha Gil Nunes, diretora jurídica da Conexis Brasil Digital, para o cargo de conselheira do Conselho Nacional de Proteção de Dados Pessoais e Privacidade (CNPD). A vaga é destinada às Confederações Sindicais representativas das categorias econômicas do setor produtivo.

A indicação tem o apoio de outras 15 entidades: Febratel;  Fenainfo;  Feninfra; Conexis; Abrintel; Aneaa; Telebrasil; Brasscom; Telcomp; Abrint; Abdib; Abta; Associação Neo; Sindisat; e Abrasat.

PUBLICIDADE

Natasha Nunes é advogada e diretora jurídica da Conexis. Tem mestrado em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), onde direcionou sua pesquisa para a relação entre regulação e novas tecnologias. Agora, coordena grupo de discussão da LGPD no setor de TICs. Para Nunes, a experiência do segmento em autorregulação pode contribuir no debate da ANPD, a fim de evitar um número excessivo de regras.

“O setor de TICs tem papel fundamental no CNPD por ser transversal a todos os outros ao fornecermos a infraestrutura por onde estes dados trafegam”, comentou a advogada. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Simplificar leis é combater o custo Brasil
Próximos Governança de dados do governo federal ainda tem muito a avançar, diz secretário do Ministério da Economia