Quatro operadoras possuem 99% das ERBs do país


A divisão das ERBs por operadora-reprodução / Anatel
A divisão das ERBs por operadora-reprodução / Anatel

As quatro maiores operadoras (Vivo, Tim, Claro e Oi) possuem mais de 99% das ERBs licenciadas no país. Atualmente, há 96.414 estações licenciadas no Brasil. Os dados estão no “Panorama de Radiofrequências da Telefonia Móvel no Brasil – 2021”, divulgado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A Vivo lidera em número de ERBs. Tem 27.429 (28,4% do total). Depois aparecem Tim, com 25.815 (26,8%), e Claro, com 22.774 (23,6%).

PUBLICIDADE

A Oi, quarta colocada entre as operadoras, tem 18.888 ERBs, o que equivale a 19,6%. Essa porcentagem será dividida entre as outras três, que adquiriram a Oi Móvel.

Faixas e adensamento

Em relação ao uso das faixas pelas estações licenciadas, o relatório da Anatel mostra que a faixa mais utilizada é a de 1800 MHz, com 65.971 estações. É seguida pela faixa de 2500 MHz, utilizada por 55.215 estações. Depois vem a faixa de 2100 MHz, utilizada por 53.180 estações.

O curioso é que São Paulo, a maior capital do país, está apenas em 12º lugar em número de ERBs, com um índice de 5,5 estações para cada 10 mil habitantes.

Florianópolis apresenta o maior adensamento de estações, entre as capitais, com um índice de 9,68 estações a cada 10.000 habitantes. Rio de Janeiro vem na sequência, com um adensamento de 7,29. Porto Alegre é a terceira da lista, com um adensamento de 7,20.

O Distrito Federal fica à frente dos Estados em adensamento: 7,17. Rio de Janeiro, segundo colocado entre os Estados com maior adensamento, tem 5,86. Seguem-se Santa Catarina (5,63), Espírito Santo (5,49), Rio Grande do Sul (5,35), Paraná (5,09), Minas Gerais (5,0) e São Paulo (4,99).

Projeção

A Anatel fez uma projeção do número de estações para a telefonia móvel em dois cenários. No primeiro, mais conservador, foi considerado que as prestadoras vencedoras dos lotes de abrangência nacional irão fazer o compartilhamento total de todas as estações 5G a serem implementadas.

Projeção do número de ERBs até 2029 -reprodução / Anatel
Projeção do número de ERBs até 2029 -reprodução / Anatel

Neste primeiro cenário, a previsão é que o número fique relativamente estável até 2024 e depois chegue a quase 121,8 mil estações até 2029.

O cenário 2 considera que cada prestadora irá implementar suas próprias estações, sem compartilhamento. Com base nessa premissa, estima-se que em 2029 teremos 154,9 mil estações para a telefonia móvel no país.

PUBLICIDADE
Anterior Padtec encerra 2021 com o melhor resultado anual de sua história
Próximos Emissoras de TV aberta terão de migrar para satélite da Embratel Star One