PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Balanço

Qualcomm projeta queda na venda de smartphones no fim do ano

Fabricante de chips aponta que estoques elevados devem prejudicar os seus negócios no último período de 2022; empresa registrou fortes altas na receita e no lucro líquido no ano fiscal terminado em setembro
Qualcomm espera queda na venda de smartphones
Qualcomm prevê queda na venda de chips no último trimestre de 2022 (crédito: Divulgação)

Apesar de ter obtido resultados positivos no quarto trimestre fiscal de 2022 (período terminado em setembro), a Qualcomm projeta um fim de ano difícil para os negócios. Em relatório financeiro, a fabricante de chips prevê uma queda significativa nas vendas de smartphones.

A empresa aponta a “incerteza causada pelo ambiente macroeconômico” como responsável pela eventual queda percentual de dois dígitos nas vendas de aparelhos 3G, 4G e 5G. A projeção anterior trabalhava como uma baixa mais modesta que não ultrapassava um dígito.

Na avaliação da Qualcomm, “a rápida deterioração da demanda e a redução das restrições de oferta na indústria de semicondutores” resultaram em um estoque elevado. Dessa forma, a empresa diz que, no momento, seus principais clientes ainda estão reduzindo os estoques.

A projeção é de que a receita do primeiro trimestre fiscal de 2023 (período de outubro a dezembro de 2022) fique entre US$ 9,2 bilhões e US$ 10 bilhões.

Resultados financeiros

No quarto trimestre fiscal de 2022 (período de julho a setembro), a receita da fabricante de processadores atingiu US$ 11,396 bilhões, registrando alta de 22% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O lucro líquido cresceu 3%, para US$ 2,873 bilhões.

Os resultados do ano fiscal como um todo foram ainda melhores. A receita cresceu 32%, alcançado US$ 44,2 bilhões, enquanto o lucro líquido teve alta de 43%, chegando a US$ 12,936 bilhões.

“Temos o prazer de relatar mais um ano forte, apesar dos desafios macroeconômicos, à medida que continuamos a executar nossa estratégia de transformar a Qualcomm de uma empresa de comunicações sem fio para a indústria de telefonia móvel para uma empresa de processadores conectados para a borda inteligente”, disse Cristiano Amon, presidente e CEO da Qualcomm.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado