Qualcomm lança chipset para alto-falantes inteligentes


qualcomm-smart-audio-platform

A Qualcomm anunciou na noite de ontem, 8, na CES 2018, uma plataforma de áudio pra alto-falantes inteligentes. Essa categoria de produto, inaugurada ano passado por Amazon e Google, consiste em uma caixa de som com microfone e WiFi. O sistema tem um processador e sistema de inteligência artificial para respondera comando de voz.

PUBLICIDADE

No caso da Qualcomm, a plataforma busca atender fabricantes OEM que pretendam entrar no segmento e concorrer com as gigantes. Além do processador, a plataforma traz um sistema operacional e inteligência artificial Alexa, desenvolvida pela Amazon. Tudo com base em uma arquitetura ARM.

Por enquanto, são duas variantes de hardware disponíveis, uma mais, outra menos potente. Ambas são capazes de detectar voz a distância para ligarem-se automaticamente, usando apenas dois microfones digitais.

A versão mais sofisticada tem um tipo de memória RAM, mais rápida, processador mais parrudo (ARM Cortex A7) e também mais espaço de armazenamento. Ambas funcionam com sistemas Linux ou Android, e aceitam telas de alta-definição (720p).

Internet das coisas

A fabricante de chips anunciou ainda, durante a CES 2018, outros produtos com foco em internet das coisas. Lançou uma plataforma para criação de objetos domésticos conectados, chamada Home Hub, que usa sistema Android Things de conexão entre diferentes aparelhos e que tem como “cérebro” o Google Assistant.

A plataforma se baseia nos systems on chip Qualcomm SDA624 e SDA212. A fabricante sugere que o segundo seja usado em geladeira, fogões e fornos. Já o SDA624 deve ser usado em câmeras de monitoramento, termostados inteligentes e painéis de segurança. Ambos rodam Android.

Por fim, a empresa anunciou nesta terça-feira, 9, que começou a testar com a fabricante de carros Ford um sistema de conectividade para carros baseado em redes móveis, chamado Tecnologia de Celular Veículo-para-Tudo (Cellullar Vehicle-to-Everything Technology), ou simplesmente, C-V2X.

A empresa promete levar os testes a campo ainda no primeiro semestre. O sistema usa chipset Qualcomm 9150 C-V2X, em conjunto com um modem LTE próprio. O conjunto que chegar ao mercado na segunda metade do ano. O que ele faz é conectar os carros entre si, a pedestres, a infraestruturas dispostas nas estradas e à rede celular, e já seria compatível com as futuras redes 5G. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Altice anuncia separação das operações dos EUA e da Europa
Próximos MediaTek anuncia chips com inteligência artificial para internet das coisas