Quadros aguarda novas informações da Telefônica sobre TAC para marcar reunião com seu presidente


shutterstock_K-Kwan-Kwanchai_abstrata_geral_regulacao-720x320

A Anatel aguarda a complementação de informações que a Telefônica prometeu mandar à agência para marcar a reunião entre o seu presidente, Juarez Quadros, e o presidente da empresa, Eduardo Navarro.

Segundo Quadros, embora a Telefônica tenha comunicado que, em virtude da prescrição de um grande valor de multas – mais de R$ 700 milhões – que constavam do TAC – Termo de Ajuste de Conduta – queria rever os termos do acordo, a empresa não questinou a metodologia adotada pela Anatel (que optou por atender cidades mais populosas).

PUBLICIDADE

Ainda conforme o presidente,  dois acordos de TACS já fechados na área técnica  estão para ser analisados pelo Conselho Diretor – da TIM e da Algar Telecom – mas os conselheiros relatores ainda não sinalizaram se irão pedir novas diligências. O TAC do grupo Claro Brasil ainda está em fase de negociação com a  área técnica.

“A Telefônica enviou correspondência informando que não estava desistindo do TAC, mas que gostaria de complementar as informações. Aguardo essas informações para marcar a reunião com o presidente da empresa”, disse ele.

Anterior MP investiga possível uso ilegal de dados dos usuários do Facebook no Brasil
Próximos Telecom Italia: sete integrantes do conselho de administração renunciam