Pyramid prevê expansão da banda larga móvel no Brasil


A despeito das condições econômicas em 2009, a expansão nos serviços móveis de transmissão de dados e de acesso à internet por banda larga impulsionarão o crescimento do mercado de telecomunicações no Brasil, ajudando o país a manter a posição que ocupa de maior mercado de telecomunicações na América Latina, segundo o relatório mais recente …

A despeito das condições econômicas em 2009, a expansão nos serviços móveis de transmissão de dados e de acesso à internet por banda larga impulsionarão o crescimento do mercado de telecomunicações no Brasil, ajudando o país a manter a posição que ocupa de maior mercado de telecomunicações na América Latina, segundo o relatório mais recente realizado pela Pyramid Research, divisão de pesquisas de telecomunicações da Light Reading Communications Network.

"Estimamos que a receita total em telecomunicações no Brasil tenha atingido US$ 55,8 bilhões em 2008, US$ 7,4 bilhões acima do índice apresentado em 2007", comentou Fernando Faria, analista sênior da Pyramid Research e autor do relatório Communications Markets in Brazil (Mercados de Comunicações no Brasil). "Este crescimento foi impulsionado pelo aumento da penetração dos serviços móveis e de transmissão de dados por assinante", ele acrescentou, adicionando que estas assinaturas de serviços móveis como uma proporção da população passou de 65% em 2007 para 79% em 2008.

A Pyramid estima que a base de assinatura aumente a uma taxa composta de crescimento anual de 7,9% entre 2008 e 2013, chegando a 222 milhões de linhas de telefone celular e 109% de penetração até o final de 2013. "Este índice colocaria a taxa de penetração do Brasil acima de mercados como o do México e da Colômbia", disse Faria. Seguindo o crescimento de 50% visto na receita média de transmissão de dados móveis por assinante de 2007 a 2008, a Pyramid espera que os dados continuem aumentando a sua relevância no mercado de produtos móveis.

PUBLICIDADE

A empresa de pesquisas revisou suas estimativas futuras do porte do mercado e prevê que os serviços de transmissão de dados, sejam fixos ou móveis, impulsionarão o porte total do mercado independentemente da redução na receita de transmissão de voz fixa e móvel, que chegará a cerca de US$ 64 bilhões em 2013, equiparando-se à taxa composta de crescimento anual de 2,9% nos próximos cinco anos. (Da redação)

Anterior Anatel pede explicações à Telefônica sobre incêndio
Próximos TIM tem lucro de R$ 300 milhões no 4T08