PT SGPS traz dificuldades para registro da nova Oi na SEC


Às vésperas da assembleia geral que vai analisar a permuta de ações entre a Oi e o sócio português, no dia 27 de março, e muito próximo da data limite (31 de março) para a aprovação final do acordo entre as duas operadoras, a Oi ainda enfrenta dificuldades para concretizar seu projeto de ingressar no Novo Mercado. Conforme o jornal Valor Econômico, a concessionária brasileira está enfrentando dificuldades para conseguir o registro da nova empresa, a CorpCo, junto à SEC, a comissão de valores mobiliários norte-americana.

Isto porque, a SEC não teria aprovado o formulário 20F da holding PT SGPS referente ao ano de 2013. Este é o documento das companhias estrangeiras que deve ser aprovado anualmente pela xerife norte-americana . A holding portuguesa carrega um prejuízo gerado pela RioForte de quase um bilhão de euros (ou de R$ 3 bilhões à época), o que provocou um novo acordo entre as duas companhias, fazendo com que a participação da portuguesa no capital da brasileira caísse de 39% para 25,6%. A Oi acabou vendendo as operações portuguesas para a francesa Altice por 7,4 bilhões de euros. 

Conforme o jornal, a a Oi está buscando alternativas para manter o objetivo de levar a empresa ao novo mercado, com a pulverização do capital.

Anterior Algar, NET e Oi investem mais R$ 64 milhões em redes ópticas pelo REPNBL
Próximos Cade decide compra da GVT pela Telefônica Vivo no dia 25