Promon Tecnologia anuncia fusão com o grupo Logicalis


O diretor-presidente da Promon S.A., Luiz Ernesto Gemignani, anunciou hoje (17) a fusão da Promon Tecnologia com o Logicalis Group, uma divisão da Datatec Limited, com sede no Reino Unido. A fusão das operações da Promon Tecnologia, integradora de soluções para TIC, com o Logicalis, empresa com foco em infra-estrutura de TI e conectividade, resulta …

O diretor-presidente da Promon S.A., Luiz Ernesto Gemignani, anunciou hoje (17) a fusão da Promon Tecnologia com o Logicalis Group, uma divisão da Datatec Limited, com sede no Reino Unido. A fusão das operações da Promon Tecnologia, integradora de soluções para TIC, com o Logicalis, empresa com foco em infra-estrutura de TI e conectividade, resulta numa nova empresa, que planeja atuação no mercado internacional, com ênfase na  América Latina. No mercado brasileiro, a companhia vai atuar com a marca PromonLogicalis. Nos demais países da região a marca utilizada será a Logicalis.

O acordo envolveu um aporte de cerca de US$ 120 milhões, sendo US$ 77 milhões por parte da Logicalis e o restante pela Pomon. O acordo prevê que a companhia brasileira investirá parte do valor recebido na transação, cerca de US$ 25 milhões, em ações da Datatec. A nova empresa nasce com receita de US$ 250 milhões e 500 funcionários. A meta para os próximos três anos é alcançar receita de US$ 500 milhões, o que inclui, além de um crescimento de receita de 20% ao ano, novas aquisições. O foco da PromonLogicalis é a oferta de soluções integradas, consultoria, suporte e operação, business process outsourcing e IT outsourcing.

PUBLICIDADE

A sede da companhia será no Brasil e o atual diretor geral da Promon Tecnologia, Luis Eduardo Sym Cardoso, assumirá a presidência da PromonLogicalis Latin America, a holding criada para gerir a joint-venture. A Logicalis detém 70% das ações da holding e a Promon 30%. Cardoso, que vai acumular a função com o cargo já ocupado na Promon Tecnologia, informou que os planos de internacionalização passam pela expansão dos negócios na Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Peru. Gemignani destacou que a América Latina é um mercado natural para expansão de empresas brasileiras de TI e que o crescimento, na área de TI, estimado para a região é de 13% ao ano, taxa bem superior a estimada mundialmente, de 6% ao ano.

O grupo Logicalis tem sede no Reino Unido e está presente na Alemanha, nos Estados Unidos e na América Latina. Tem receita de US$ 1 bilhão – a América Latina responde por 7% de seu faturamento – e tem como clientes operadoras de telecom, utilities, setor financeiro e governo.   

A Promon Tecnologia atua em telecom, com soluções de acesso, rede e multimídia, e em TI, nas áreas de segurança, gerência e infra-estrutura. Tem presença no mercado corporativo, que responde por 20% de sua receita, e no mercado de operadoras de telecomunicações, de onde vem a maior parte de seu faturamento. Para este ano, tem como meta ampliar os negócios no setor público. A empresa, que este ano completa 48 anos, é uma subsidiária da Promon, holding com faturamento de R$ 600 milhões em 2007. Além da Promon Tecnologia, a holding tem participação na Trópico e na Promon Engenharia. As duas empresas devem dobrar de tamanho este ano, segundo informou Gemignani.
 

Anterior PL-29 e a nova agenda do desenvolvimento
Próximos Anatel analisa norma de certificação para transmissores da TV digital