Projeto de RAN Sharing entre TIM, Oi e Accenture ganha prêmio em Barcelona


TIM, Oi e Accenture venceram o Glomo Awards 2016 na categoria “Best Mobile Technology – Broadband for all: Outstanding LTE contribution”. O prêmio, entregue no Mobile World Congress, em Barcelona, foi dado à iniciativa de compartilhamento de rede móvel entre as operadoras para a oferta de serviço banda larga em 4G. Segundo as teles, 82 milhões de pessoas estão na área de cobertura do projeto.

“A construção conjunta aumenta a velocidade de implantação das redes e promove economia de recursos financeiros, que podem ser revertidos para outros projetos, mostrando que a economia do compartilhamento também funciona no setor de infraestrutura”, falou Rodrigo Abreu, presidente TIM Brasil.

O projeto possui atualmente cerca de 4.700 sites compartilhados ativos, com um serviço comercial em 109 cidades, beneficiando aproximadamente 40% da população urbana do Brasil.“O acordo beneficia a sociedade, porque promove uma utilização mais eficiente de recursos, como frequência de rádio, reduz impactos urbanos e consumo de energia, sem prejudicar o consumidor, e maximiza o uso de tecnologias desenvolvidas pelas operadoras de telecom”, defendeu Bayard Gontijo, CEO da Oi.

PUBLICIDADE

Cada empresa envolvida foi responsável pela construção e pela implantação da infraestrutura, bem como por sua operação, em uma determinada área geográfica. O acordo demandou da Oi e da TIM a criação de uma unidade de planejamento conjunta, entidade independente capaz de executar uma rede compartilhada 4G. Ao mesmo tempo, as duas operadoras mantiveram as equipes separadas para gerir questões regulatórias e de consumo. A Accenture foi a responsável por gerenciar as complexas atividades de planejamento e operações entre as duas empresas de telecomunicações.

“Os principais objetivos do acordo são fornecer rapidamente e com alta qualidade uma rede 4G em um modelo econômico, bem como estender a cobertura a todas as cidades com população de mais de 30 mil pessoas até 2017”, disse Saulo Bonizzato, diretor de Comunicação, Mídia e Tecnologia da Accenture para a América Latina. “Esperamos ver mais empresas de telecomunicações adotarem esse modelo de partilha”, complementou. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Serviço móvel aeronáutico ganha mais frequência
Próximos Oi testará tecnologia da Gemalto em publicidade móvel