Produção na área de informática e eletrônicos sobe 15,1% em junho


A produção de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos teve alta de 15,1% na passagem de maio para junho, porém caiu 4,9% frente ao mesmo mês do ano passado. A pesquisa industrial do IBGE, divulgada nesta terça-feira, 4, vê avanço em 24 das 26 atividades analisadas, mas as altas não foram suficientes para compensar as perdas anotadas em março e abril. 

No acumulado do ano, a fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos ainda apresentam resultado negativo de 15,5% e de 5% nos últimos 12 meses. Os produtos que mais contribuíram com a queda foram televisores, telefones celulares, aparelhos de comutação para telefonia, indicadores de velocidade, receptor-decodificador de sinais de vídeo codificados, relógios de pulso, rádios para indústria automobilística, computadores pessoais de mesa (PC desktops) e impressoras. 

Em junho, a produção industrial nacional cresceu 8,9% frente a maio, intensificando a expansão observada no mês anterior (8,2%). Os dois meses seguidos de crescimento eliminaram parte da perda de 26,6% registrada em março e abril, no ponto mais baixo da série por conta da COVID-19. 

PUBLICIDADE

Em relação a junho de 2019, a indústria recuou 9%, oitavo resultado negativo seguido nessa comparação. Mesmo com o desempenho positivo mais acentuado nesse mês, o setor industrial ainda se encontra 27,7% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011.  

Anterior Rede internacional de checagem lança versão em português de chatbot para WhatsApp
Próximos Queixas sobre serviços de banda larga disparam na pandemia