Privatização: Justiça absolve integrantes do governo FHC.


A 17ª Vara da Justiça Federal, de acordo com notícia publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, absolveu Luiz Carlos Mendonça de Barros (ex-ministro das Comunicações), André Lara Resende (ex-presidente do BNDES), José Pio Borges (ex-vice-presidente do BNDES) e Renato Guerreiro (ex-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações), acusados pelo Ministério Público de atuar para que …

A 17ª Vara da Justiça Federal, de acordo com notícia publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, absolveu Luiz Carlos Mendonça de Barros (ex-ministro das Comunicações), André Lara Resende (ex-presidente do BNDES), José Pio Borges (ex-vice-presidente do BNDES) e Renato Guerreiro (ex-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações), acusados pelo Ministério Público de atuar para que o BNDES financiasse a Telemar com empréstimos ilegais e sem garantias e para que ingressasse no quadro societário da empresa após a privatização, o que seria proibido pelas normas do leilão.

Na época, gravações clandestinas foram divulgadas nos principais veículos de comunicação, revelando que executivos do governo na primeira administração Fernando Henrique Cardoso teriam atuado para favorecer o Opportunity no processo de privatização da Telebrás e, após a venda das empresas, feito gestão para o BNDES ajudar a financiar o grupo comprador da então Tele Norte Leste, hoje Oi. Na ação, o Ministério Público pedia a condenação dos ex-agentes e o pagamento de multa, perda de direitos políticos por até oito anos, além da proibição de contratar com o Estado. (Da redação)

PUBLICIDADE
Anterior Inatel e Fucapi desenvolvem setop box interativo
Próximos Antel escolhe Alcatel-Lucent para sua rede IPTV