Primeiro celular com Tizen será lançado na Rússia


Samsung Z_Front_BlackA Samsung anunciou hoje que a Rússia será o primeiro mercado a receber o Z, dispositivo que rodará o sistema operacional Tizen. Para incentivar a adoção do sistema por desenvolvedores de aplicativos, a empresa coreana criará um programa de incentivo, de um ano de duração. Também vai organizar desafios de programação regionais, em toda a Comunidade dos Estados Independentes, da qual a Rússia faz parte.

O Tizen é um sistema baseado no GNU/Linux, e tem o código aberto. Seu desenvolvimento vem sendo feito pela Linux Foundation, com apoio de diversas empresas fabricantes de hardware como a própria Samsung, Intel, Huawei, NEC, Panasonic, e por operadoras mundo afora, como NTT Docomo, Sprint, Orange e Vodafone. Os smartwatches Galaxy Gear, também da Samsung, já rodam com o sistema operacional.

PUBLICIDADE

Também não é a primeira vez que a Samsung investe na criação de um sistema operacional alternativo ao Android, quase onipresente nos smartphones do mundo, com cerca de 80% de market share em 2013, segundo a consultoria IDC. Em 2010 a companhia lançou produtos com o Bada, mas não consegui fazer a plataforma decolar. Além da dificuldade em entrar em um mercado dominado pelo Android, do Google, a empresa vai enfrentar a resistência da Apple, cujo iOS tem 17% do mercado, Windows Phone (3%), Blackberry (0,6%), além dos recentes Firefox OS e Ubuntu OS, que buscam sua fatia. 

O Samsung Z terá tela AMOLED de 4,8 polegadas, processador de quatro núcleos com velocidade de 2,3 GHz, 2 GB de memória RAM, câmera traseira de 8 MP e dianteira de 2.1 MP, além de 16 GB de armazenamento. A versão do sistema será o Tizen 2.2.1. O preço ainda não foi informado. O produto será mostrado ao público na terça-feira (3), durante a Tizen Developer Conference, que acontece em São Francisco, nos Estados Unidos.

 

PUBLICIDADE
Anterior Projeto de lei do Fust volta à pauta da Câmara nesta semana
Próximos Apple mostra novidades do iOS 8 no WWDC