Pregão eletrônico traz economia de R$ 48 bi em cinco anos


Economia de R$ 48 bilhões aos cofres públicos nos últimos cinco anos foi o que gerou o Sistema de Compras Governamentais do G O Comprasnet é gerenciado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP). Segundo auditoria do TCU, há no entanto, falhas no sistema que precisam ser corrigidas como participação de sócios em empresas distintas na mesma licitação e oferta de preços inenequíveis. 

Conforme o Planejamento, somente no último ano, a modalidade gerou uma economia de R$ 7,9 bilhões e foi empregada em 33,8 mil processos licitatórios, com uma despesa de R$ 37,8 bilhões. A economia gerada pela utilização do pregão eletrônico foi calculada a partir da comparação dos valores de referência dos bens e serviços com os preços estabelecidos no fim das licitações.

“O Comprasnet é um sistema estruturante que se adéqua às necessidades crescentes tanto dos órgãos públicos quanto do mercado. O pregão eletrônico tem se mostrado um instrumento transparente e eficiente”, afirma Cristiano Heckert, secretário de Logística e Tecnologia da Informação do MP. (com assessoria de imprensa). 

PUBLICIDADE
Anterior Segurança da Informação, para eliminar dependência externa
Próximos Governo corta 30% do orçamento até maio. MiniCom terá R$ 96 mi